Bebidas, Como, Receitas
comentários 137

Como fazer leites vegetais

Os leites vegetais são uma ótima opção para quem é intolerante a lactose, tem colesterol alto, é vegano, ou quer adotar uma alimentação mais saudável. Por serem de origem vegetal, não possuem colesterol e lactose. Além disso são ricos em vitaminas, não tem como negar, é uma boa alternativa saudável para o tão polêmico leite de vaca.

O leite vegetal mais fácil de encontrar nos supermercados é o de soja. É o mais acessível, porém é  o que tem o pior sabor na minha opinião. Outro fácil de encontrar é o de coco, mas esse é muito vendido para fazer receitas, então muitas marcas vendem em embalagens de apenas 200 ml. Sem contar que não são naturais, uma vez que contém aditivos químicos.

Apesar de que o mercado de leites vegetais vem aumentando muito nos últimos anos, hoje já é possível encontrar de aveia e de arroz, eles ainda não são tão populares e acessíveis, a melhor solução para esse problema é fazer em casa mesmo. Para isso são necessários poucos utensílios, basta um pano bem fino para coar, uma peneira para servir de apoio para o pano, um recipiente para colocar o leite, e um liquidificador para triturar os grãos ou sementes que você vai extrair o leite.

Utensílios usados

O processo de produção é bem fácil, os grãos ou sementes escolhidos devem ser colocados de molho na água por no mínimo 4 horas para amolecerem e perderem seus antinutrientes. Depois é só tirar da demolha, lavar em água corrente e triturar no liquidificador com água. Por fim é só coar, pronto!

Amêndoas de molho na água

A quantidade de água utilizada para triturar os grãos vai determinar a intensidade do sabor do leite. Se você quer ele mais forte, use menos água, caso contrário use mais água para deixar suave. Normalmente eu utilizo uma xícara de grãos ou sementes com três copos de água filtrada (600 ml), rendendo em média 750 ml.

O sabor de um leite vegetal para o outro varia muito, então se você não gostar por exemplo do leite de castanha do pará, experimente outro. Não vale desistir de primeira, tenho certeza que você vai encontrar um que lhe agrade. O meu preferido é o de amêndoas. A cor dos leites vegetais também varia de um para o outro.

Além do sabor e da cor, as propriedades nutricionais também variam de um para outro, o de soja é rico em cálcio e proteínas. O de arroz é rico em vitaminas do complexo B, e o de aveia em vitamina E e fibras. Já o de nozes em ácidos graxos ômega-3 e 6, zinco e minerais. Cada um possui sua particularidade.

 LEITE DE COCO

É comum o seu uso na culinária de países do Caribe, Sri Lanka e Tailândia. Pode ser encontrado facilmente  nos supermercados em embalagens de 200 ml. O leite de coco caseiro é bem mais saboroso ao ser feito e consumido na hora, além de não possuir emulsificantes e conservantes como os industrializados.

Ao ser armazenado na geladeira ele irá se separar em duas partes. A de cima se solidifica, porque é onde tem o óleo do coco, que em temperaturas abaixo de 25°C endurece. Já a parte de baixo é a água. Para voltar ao estado líquido, basta aquecer um pouco e mexer bem.

coco e polpa

Coco e polpa de coco

leite de coco

INGREDIENTES:
1 xíc. de polpa de coco, utilizei a polpa de um coco e meio (ver foto)
3 xíc. de água filtrada quente (600 ml)

COMO FAZER:
1- Retire a polpa do coco (ver nota);
2- Bata no liquidificador com a água até triturar tudo;
3- Coe com um pano fino ou coador voal.

Rende em média 850 ml

NOTA: Para tirar a polpa do coco seco, faça um furo com ajuda de um saca rolha em um dos três buracos embaixo do coco. Retire toda a água e coloque o coco no forno preaquecido a 200 ºC até a sua casca rachar. Pode ser que você precise usar uma faca para terminar de quebrar a casca. Coloque a água que tirou do coco na geladeira e tome mais tarde, é uma delícia!

LEITE DE AMÊNDOAS

É o meu leite vegetal preferido e um dos mais nutritivos. As amêndoas ajudam a diminuir o colesterol ruim, previne a osteoporose, e ajuda quem possui anemia, além de ser benéfica para os músculos e para o cérebro por possuir potássio. É mais saboroso quando consumido gelado.

leite de amendoa

INGREDIENTES:
1 xíc. de amêndoas de molho por no mínimo 4 horas
3 xíc. de água filtrada (600 ml)

COMO FAZER:
1- Escorra e descarte a água da demolha. Lave bem as amêndoas em água corrente e coloque para o liquidificador.
2- Adicione a água filtrada e bata bem até ficar triturada.
3- Coe com um pano fino ou coador voal.

Rende em média 750 ml

LEITE DE CASTANHA DO PARÁ

É o leite mais gorduroso destes quatros. Rico em selênio, vitamina B1 e E, é o leite que tem o sabor mais forte. Muitos não gostam de tomar ele puro, mas você pode acrescentar extrato de baunilha, açúcar demerara ou melado para deixar mais gostoso. Isso pode ser feito também com os outros leites vegetais.

leite de castanha do pará

INGREDIENTES:
1 xíc. de castanha do pará de molho por no mínimo 4 horas
3 xíc. de água filtrada (600 ml)

COMO FAZER:
1- Escorra e descarte a água da demolha. Lave bem as castanhas em água corrente e coloque para o liquidificador.
2- Adicione a água filtrada e bata bem até ficar triturada.
3- Coe com um pano fino ou coador voal.

Rende em média 750 ml

LEITE DE CASTANHA DE CAJU

O leite de castanha de caju é o leite vegetal mais cremoso que existe. As castanhas se dissolvem completamente na água, não precisa nem coar. Esse leite protege os vasos sanguíneos, facilitando a circulação do sangue. Além de fornecer proteínas e diminuir o colesterol.

leite de castanha de caju

INGREDIENTES:
1 xíc. de castanha de caju não torrada e sem sal de molho por no mínimo 4 horas
3 xíc. de água filtrada (600 ml)

COMO FAZER:
1- Escorra e descarte a água da demolha. Lave bem as castanhas em água corrente e coloque para o liquidificador.
2- Adicione a água filtrada e bata bem até ficar cremoso.

Rende em média 750 ml

Depois de coar o leite vegetal irá sobrar as sementes, grãos ou oleaginosas trituradas. Você pode utilizá-los para fazer bolos, cookies, ricotas, sopas, entre outras delícias. Não vale jogar fora, esse resíduo é rico em vitaminas e nutrientes, eu já fiz algumas receitas, por exemplo:

Ricota de amêndoas > Receita aqui
Cookies de amêndoas com creme de amendoim > Receita aqui

ATUALIZAÇÃO: Fiz outro post aqui com mais quatro opções de leites vegetais, desta vez mais acessíveis.

  1. Pingback: Arroz de leite vegano – Blog Insecta Shoes

  2. Derika Virgulino says

    Olá, Andre, boa tarde, como vai? Estou muito interessada na produção de leites vegetais caseiros, e gostaria de saber como deixar o leite com uma fração gordurosa capaz de ficar com uma textura parecida com o leite animal, ou seja, de modo que não fique tão aguado. Obrigada!

    • André says

      Oi Derika! Tudo bem sim, e com você? É meio difícil deixar com textura parecida com o leite de origem animal. Mas você pode, por exemplo no leite de coco, adicionar um pouco de óleo de coco derretido pra ficar mais encorpado. Nos demais leites você pode reduzir a quantidade de água na produção, pra ficar mais concentrado. Espero que eu tenha te ajudado 😉 Abraços!

  3. Zezé says

    Olá! Com a sobra do leite de coco, da pra fazer farofa ou farinha pra empanar peixe. Para fazer a farofa é só tostar a sobra na frigideira, pode acrescentar um pouco de curry ou açafrão, e fazer a farofa a seu modo, como se fosse de farinha de mandioca. Para fazer a farinha para empanar, coloco no forno médio, mexendo de vez em quando até secar bem. Uso para empanhar peixe, uso direto, sem passar pelo leite ou ovo, depois so grelhar ou levar ao forno alto.

    • André says

      Oi Zezé! Sim, é verdade. Dá para fazer farinha de coco, com o bagaço que sobra do leite. Só nunca tinha usado para empanar, boa ideia. Obrigado pela dica 😉 Abraços!

  4. maira says

    olá andré. tudo bem? fiz o leite de coco e sobrou coco granulado. o que posso fazer com ele? obrigadinha! 🙂

  5. Ana Paula says

    Oi, André.

    Parabéns pelo seu site. É limpo, claro, informativo e com um conteúdo incrível. Vai me ajudar muito na minha transição para uma alimentação mais saudável e vegana! Fico feliz de ter achado você (:

    • André says

      Oi Ana Paula! Obrigado! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Espero que goste das receitas. Abraços!

  6. Paula Viotto Krusicki says

    Olá, André! Tudo bem?
    Primeiramente, gostaria de falar que seu blog está sendo um super auxílio na minha transição pra uma alimentação mais saudável e quicá vegana, um dia, quem sabe!
    Gostaria de perguntar se você sabe se existe a possibilidade de congelar os leites vegetais. Se sim, quanto tempo ele é capaz de durar. Qualquer informação é bem vinda.
    É isso por enquanto.
    Beijos

    • André says

      Oi Paula! Tudo bem sim, e com você? Fico feliz em saber que meu blog esteja te ajudando 😀 Eu nunca congelei leite vegetal, sempre gosto de consumi-lo fresco, então não sei te dizer ao certo. Mas acredito que pode ser congelado sem problema, só não sei o tempo que dura. Abraços!

    • André says

      Oi Márcia! Que bom que você gostou das receitas, fico feliz em saber 😀 Obrigado e abraços!

  7. Cristiane says

    Bom dia Andre, amei seu blog, está de parabéns! Posso usar o Processador que Extrai sucos da Walita? Tenho um e tudo que processo la, fica bem moído e ´ja sai coado. Grata!

    • André says

      Oi Cristiane! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Não sei te dizer porque nunca usei esse processador da Walita. Tem que ver o que a marca diz no manual de instruções. Abraços!

      • Cristiane says

        Oi André, agradeço sua resposta e aproveito pra confirmar que dá sim certo. Abraços!

        • André says

          Oi Cristiane! Bom saber que dá certo, obrigado pela informação 😉 Abraços!

      • Boa noite André!

        São fantásticas suas receitas com leite. Fiquei muito interessado no preparo de leite de Amêndoas que combate anemia -pois tenho anemia há anos e sempre fui adepto a alimentação saudável e simples. Parabéns André pelo excelente conteúdo- que visa cada vez mais, melhorar a qualidade de vida das pessoas.

        • André says

          Oi Rafael! Que bom que você gostou das receitas. Espero que você goste do leite de amêndoas, é meu preferido! Abraços!

  8. Maria Luiza Godoy says

    André PARABÉNS! Amei muuuuito seu blog. Me tornei vegana há 1 mês e ainda tenho um pouco de dificuldade com a alimentação, inclusive o preço dos produtos veganos.
    Descobri seu blog hoje e já aprendi várias dicas!!

    • André says

      Oi Maria! Que bom que você gostou do blog 😀 espero ser de grande ajuda pra você nessa nova jornada. Abraços!

  9. Faustino says

    Olá! Eu gostei do site e dos comentários da galera, principalmente das dicas. Eu já uso leite de castanhas há 2 anos e amo o de amendoim !(o preço também ajuda). O leite de castanhas e cereais que uso são feitos em uma máquina que tritura e ferve deixando pronto em 25 minutos. Fico só preocupado com os nutrientes. Gostaria de saber se a perda é muito grande? Quanto a praticidade é melhor! Mas vou experimentar fazer da forma crua pra experimentar. A máquina e da marca QLINK sem querer fazer propaganda pois não ganho nada, mas acho que vai ajudar a galera. Parabéns pelo site! Vou precisar olhar mais vezes aqui para aprender a aproveitar melhor os resíduos.

    • André says

      Oi Faustino! Que bom que você gostou do blog 😀 Eu sei qual é a máquina que você está falando, mas não sei te dizer a respeito dos nutrientes, se tem perda ou não. Eu imagino que seja bem prático mesmo. Obrigado pela dica da máquina. Espero que goste das receitas. Abraços!

  10. Irina says

    Boa noite André, acabei de conhecer seu site. Gostei muito, bem organizado, explicativo, limpo (não está cheio de informações desnecessárias). E como sou vegana tenho certeza que vai me ser de grande valia. Parabéns!

    • André says

      Oi Irina! Que bom que você gostou do blog, fico feliz 😀 Obrigado e abraços!

    • André says

      Oi Angela! De nada, espero que goste das receitas 😉 Abraços!

  11. aline says

    Quanto tempo posso armazenar o leite na geladeira? Adorei o artigo…

    • André says

      Oi Aline! Os leites duram em média de 2 a 3 dias na geladeira. Que bom que você gostou do post 😀 Abraços!

  12. Helena says

    Olá, são muitos comentários, não li, rsrs. Mas deixo a dica (caso não tenha sido dada) de fazer o leite de castanha de caju com a castanha branca (naõ é torrada, é conhecida como crua, embora não seja exatamente crua). A castanha torrada realmente tem sabor super pronunciado, mas a crua inclusive tem um leve saborzinho lácteo. É perfeita para o creme de leite de castanha (só uso ela pra o estrogonofe, até porque ela tem um potencial “engrossativo” maravilhoso, não precisa de nenhum amido) e para o leite vegetal.

  13. Ernani Cunha says

    Olá André, li tudo, desde as receitas até o fim. Muito bacana e entusiasmador. Tenho uma pergunta: qual o leite vegetal que contém MENOS cálcio? Se possível ZERO calcio? Tenho excesso de calcio no organismo e sou aconselhado a não comer queijos, etc…Obrigado, ernani

      • doralice lima says

        Oi, André, acabei de encontrar seu blog no Pinterest e adorei. Acho que posso ajudar na dúvida do Ernani.
        O teor de cálcio das matérias primas dos leites que você usa (em miligrama de cálcio/100 g da mat prima) é:
        amendoim -quase zero/ coco – 6/ arroz -8 /cast caju -33 / aveia – 48/ cast pará – 146 / amêndoa 237.
        Para o Ernani, o melhor é o de amendoim e o pior é o de amêndoas.

        • doralice lima says

          Em tempo: muito obrigada pelas receitas e dicas maravilhosas !

          • André says

            Obrigado Doralice pelas informações! Fico feliz em saber que tenha gostado das receitas 😀 Abraços!

  14. Muito bacana, Gratidão! Vou prová -los!

    Ah André, fica a dica:
    O alpro vc pode comprar pelo site do Angeloni 😉

    Grande abraço !

    • André says

      Oi Silvia! Espero que goste das receitas 😉 Verdade, tem essa possibilidade de comprar online, mas acho que deve sair meio caro o frete. Obrigado pela dica 😀 Abraços!

  15. Luanna Christina says

    Oi Andre,
    A parte grossa do leite de coco q contém a gordura (óleo) pode ser retirado e risada como óleo de coco?
    Ou vc tem a receita de como fazer o óleo de coco?

  16. Marcelo Lopes says

    Tem algum motivo para não se usar a água em que as castanhas do Pará ficam de molho por 4 horas?

    • André says

      Oi Marcelo! A água que foi deixado as castanhas de molho contém fitato, um anti nutriente naturalmente presente nas castanhas e grãos. Ele impede a absorção dos nutrientes, por esse motivo é indicado deixar de molho e descartar a água, para tirar esse anti nutriente. Abraços!

  17. Beatriz says

    Oi André!
    Você tem as medidas em gramas da quantidade de castanhas para cada receita?!
    Obrigada!!

    • André says

      Oi Beatriz! Vish, pior que não tenho as medidas em gramas das castanhas. Usei só uma xícara mesmo para medir. Abraços!

  18. Maria del Rosario says

    E o leite de sésamo, tamben pode ser considerado bom? eu preparo esa

  19. Rodrigo says

    Parabéns André! Ótima iniciativa! O leite de aveia, precisa ser feito com aveia em grãos né? Pois no momento do tenho em flocos! rs amanhã vou comprar amêndoas e ver que bicho da! Se vc elogiou tanto, deve ser bom mesmo.

  20. Celeste Pires says

    Ola , Fiquei fascinada com o seu blog ,grata pela dicas uso muito o leite de aveia ,mas compro aveia em grao , e muito delicioso,Parabens pelas sua dicas .Abraço de PORTUGAL

    • André says

      Oi Celeste! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Nunca fiz com aveia em grão, vou tentar da próxima vez. Abraços!

  21. Larissa says

    Querido, queria saber sobre essas tuas fotos. Sao suas? estao otimas! gostaria de saber se posso utiliza-las na divulgacao de um workshop 🙂

    Obrigada. beijo grande

    • André says

      Oi Larissa! Sim, são minhas as fotos. Que bom que você gostou 😀 Obrigado por ter entrado em contato para pedir permissão. Você pode utilizar sim, só peço que coloque os créditos da foto em algum lugar do material de divulgação. Abraços!

  22. Thais says

    Oi André, a água tem que ser filtrada? Ou pode ser àgua mineral?

    • André says

      Oi Thais! Pode ser filtrada ou mineral, dá pra fazer com as duas. Abraços!

  23. Vera Regina Sewaybricker says

    Oi, André !

    Tenho intolerância a lactose, e já faz muito tempo que retirei o leite de vaca da minha refeição, venho substituindo por chás, mas tem hora que dá vontade de tomar um leitinho
    e também preciso procurar alternativas para as receitas , como bolos e tortas que possam ser substituídas por outros leites. gostei muito das suas dicas vou fazer todos e experimentar qual será melhor para mim, obrigada

    • André says

      Oi Vera! Espero que você goste das receitas e encontre algum melhor pra você. De nada, abraços!

  24. Cássia says

    Nunca tinha visto informações tão consistentes em outros sites vegan. Adorei não, amei.

  25. Rafael Martins says

    Poxa André gostei muito das informações, faz uns meses que cortei o leite da minha dieta e confesso que as vezes sentia falta pelo sabor alcalino do café, pensei em usar os leites alternativos mas como você bem indicou na Zona Cerealista aqui em são paulo a caixa de leite de castanha estava custando R$20,00 !! Com certeza vou tentar as opções de coco e amêndoas…..

    • André says

      Oi Rafael! Que bom que você gostou do post. Sim, é bem caro mesmo os leites vegetais em caixinha, a solução é fazer em casa. Fora que leite vegetal fresco é muito mais saboroso. Espero que goste. Abraços!

  26. Déborah Alves says

    oi André, poxa, adorei essas dicas de como fazer leite em casa. Vou testar todos e ver qual deles me agrada mais. 🙂 Eu adoro leite, mas confesso que tomar leite de caixinha, leite de vaca, tem me pesado tanto a consciência… Mas eu adoro um café com leite e um achocolatado. rsrs… Saber que tem essas opções me deixa mais feliz. 🙂

    • André says

      Oi Déborah! Que bom que você gostou das dicas, espero que goste de alguma receita, opções é que não faltam mesmo hehehe. É uma questão de se acostumar com os leites vegetais, no começo pode parecer estranho, já que são bem diferentes que o leite de vaca. Mas depois você nem vai sentir falta do leite de origem animal. Abraços querida!

  27. Susana says

    Ola, a xicara de agua onde se demolha descarta-se? Ou é usada tb no leite?

    • André says

      Oi Susana! A água da demolha é descartada. Utilizo água fresca no leite. Abraços!

  28. Herminia says

    Aqui de Portugal , agradeço a ideia, vou experimentar o leite de amêndoa já comprei no super e gostei , feito em casa ainda deve ser melhor , obrigada

    • André says

      Oi Herminia! É muito bom o leite de amêndoas, é o meu preferido. Espero que goste querida. Abraços!

  29. Luzinete Rodrigues says

    Olá, tudo bem? Como é feito o leite de arroz…e o sabor, é agradável?

  30. ROSEMIRA says

    MAGNÍFICO SEU BLOG! ADOREI SUAS RECEITAS VOU EPERIMENTÁ-LAS .UM GRANDE ABRAÇO !!!

    • André says

      Oi Rosemira! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog. Espero que goste das receitas 😉 Abraços!

  31. Nadia says

    Oi André , parabéns pelo blog muito atraente, pelas dicas e fotos.
    Eu sou intolerante a glúten também e gostaria de saber se você encontra aveia sem gluten e onde. Grata.

    • André says

      Oi Nadia! Obrigado querida, que bom que você gostou do blog. Sim, eu já encontrei aveia sem glúten em lojas de produtos naturais. Elas são mais caras, infelizmente, mas geralmente tem nessas lojas. Caso não encontrar em loja física, você deve encontrar na internet pra comprar. De nada. Abraços!

  32. Maria Irene Monteiro says

    Oi Andre você já provou o leite de alpiste? É uma delícia. E rende bem. É só deixar de molho a noite e bater de manhã no liquidificador e coar. Eu faço com uma xícara de alpiste pra três de água.

    • André says

      Oi Maria! Uau, nunca provei leite de alpiste. Deve ser bom mesmo. Vou tentar na próxima vez que fazer leite vegetal. Obrigado pela dica querida 😉 Abraços!

    • Betinha says

      Oi Maria Irene, para fazer o leite de alpiste, vc joga fora a água do molho e acrescenta água limpa?

  33. Maria Inês says

    Oi, André, adorei! Queria saber como fazer o leite de amendoim e se é possível fazer ricota com a sobra do coco e do amendoim tbm! Obrigada!

  34. Tânia Andrade Melo says

    SENSACIONAL! Gostei muito das informações …. muito grata!

  35. Ane Laboissière says

    Na alimentação viva usamos como coador um voal, chamado de panela furada 1. Você conhece?
    Gostei de suas receitas!
    Vou experimentar a ricota de amêndoas.
    Ane.

  36. teresa says

    O amendoim , as castanha tem que ser torradas ou cruas ? Obrigado !

    • André says

      Oi Teresa! É mais indicado usar eles crus, mas pode ser feito com os torrados também. O sabor vai ficar um pouco diferente, mas vai ficar bom do mesmo jeito. Abraços!

    • André says

      Espero que goste do leite de amêndoas. É o meu preferido. Abraços!

  37. Tatiana Orli says

    Esta postagem é linda e demais!!! parabéns pelo trabalho e obrigada pelas dicas!

  38. Rute Alves de Souza says

    Olá, adorei sua dica, da certo misturar mais que dois elementos por ex: aveia e coco?

    • Oi Rute! Que bom que você gostou da dica. Dá sim pra misturar dois ingredientes como aveia e coco. Dá pra fazer várias uma infinidade de combinações de leites vegetais. Abraços!

  39. Laura Lou says

    Muito bem explicado, e estimulante para quem ainda não experimentou.. ^_^

  40. Bianca Donath says

    Parabéns pelo site! Sou vegetariana em transição para o veganismo, encontrei sua página procurando alternativas para o leite depois de descobrir que os leites vegetais custam um absurdo no mercado! Vou testar todos e também as outras receitas que encontrei por aqui. Já está nos meus favoritos! 🙂

    • Oi Bianca! Pois é, infelizmente os leites vegetais ainda custam caro no mercado. Espero que goste desses 😉 Fico feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Abraços!

  41. Aline Mendes says

    Gostaria de saber se posso adicionar em qualquer leite vegetal achocolatado e dar as crianças?

  42. Rodrigo says

    Olá, legal as receitas. Gostaria de me adaptar aos leites vegetais mas acho bem difícil…Acho horrível o de soja, já provei várias marcas também. Tentei fazer o de aveia, mas a aveia deixou muito forte, tentei bater com mamãe, coloquei muito mamão e mesmo assim só tinha gosto de aveia, será que fiz errado? O de coco dá muito trabalho e tenho até medo de tentar os outros. 🙁 🙁 🙁

    • Oi Rodrigo! Os leites que você tentou fazer, de soja e de aveia, são os que tem sabor mais forte mesmo. Eu particularmente não consumo eles em bebidas por causa disso. Os de soja de marca brasileira eu odeio, e o de aveia utilizo em receitas, para fazer bolo por exemplo. Tente fazer o leite de amêndoas, pra mim é o melhor que existe. Até hoje eu nunca ouvi alguém falar que não gosta do leite de amêndoas, ele tem um sabor bem mais sutil, e se você adicionar umas gotinhas de essência de baunilha fica melhor ainda. Espero que goste. Abraços!

  43. Rodrigo says

    Oi, legal as receitas. Gostaria de me adaptar aos leites vegetais mas acho bem difícil…Acho horrível o de soja, já provei várias marcas também. Tentei fazer o de aveia, mas a aveia deixou muito forte, tentei bater com mamãe, coloquei muito mamão e mesmo assim só tinha gosto de aveia, será que fiz errado? O de coco dá muito trabalho e tenho até medo de tentar os outros. 🙁

  44. Patricia Leandra says

    Este leite tem que ser consumido na hora ou pode guardar na geladeira e por quanto tempo.

  45. Rael Godoy says

    Oi André, parabéns pelo post!
    Posso compartilhar um pouco da minha experiência? Para os leites de coco, macadâmia, castanha de caju, aveia e arroz cozido eu não espero as quatro horas. Deixo uns 2, 3 minutinhos e já bato. Os de castanha de caju e de macadâmia nem precisam ser coados assim! Ótimo para quando eu quero só um pouquinho de leite pra por num café por exemplo.
    Além disso, gosto muito de fazer misturas, principalmente com leite de arroz que é o mais barato. Antes de dormir coloco o arroz de molho com algumas castanhas (avelã e nozes também ficam demais!) e de manhã eu faço o leite.
    Ah! Mais uma dica é marcar dois minutos no relógio o tempo do liqüidificador. Parece uma eternidade, mas realmente faz diferença na hora de coar.

    • Oi Rael! Obrigado por compartilhar suas experiências, boas dicas mesmo. Nunca fiz misturas com leites vegetais, vou tentar da próxima vez, deve ficar muito bom mesmo. Abraços!

  46. Silvia Egerland Bueno says

    André, para se fazer o leite de aveia, usa-se os grãos ou a aveia em flocos com é encontrada nos supermercado? e o de arroz? Gostei das dicas, obrigada.

  47. Stella Milanesi Menna Barreto says

    Olá André, amei suas receitas. Qual o tamanho da xicara para as amendoas? ? Super obrigada. Stella

  48. Emanuelly Paola Dombrovski says

    Oi André, tudo bem? Tem uma rede de supermercados aqui em Santa Catarina que tem o leite de Amêndoas, mas naquela faixa ali que você disse antes.

    • Oi Emanuelly! Eu já vi sim o leite de amêndoas no supermercado, não lembro qual era o nome da marca, mas já vi sim! É carinho mesmo, por isso nunca comprei.

  49. Aline Hollanda says

    André, de quais fontes bibliográficas você conseguiu essas informações?

  50. Tatiana Dutra says

    Tem alguma técnica para retirar de uma maneira mais prática a casca fina que sobra depois que o coco racha?Tirar com a faca dá muito trabalho!

  51. Lize Alcaide says

    André você chegou a fazer o “calculo” do custo de cada leite?
    Sabe que eu nunca nem tentei fazer,pensando isso vai me sair uma fortuna kkk.
    Adorei seu blog!!!

    • Oi Lize! Não vou mentir, mas o leite de castanha de caju, do Pará e de amêndoas não é lá muito barato. Nunca cheguei a fazer o cálculo do custo, mas sei que não é muito barato. Desses que fiz o mais barato é o de coco, mas tem outros leites vegetais que também são baratos, como o de aveia, arroz e amendoim. E fico feliz que tenha gostado do meu blog!

  52. Paloma Marques says

    Olá! Que pano você usa para coar? Eu já tinha feito o leite de castanha do pará e para coar eu comprei um coador desses de café…mas não ficou muito bom.

  53. gordura says

    Adorei seu blog! Design bonito, fotos lindas e ótimas receitas. Continue, por favor! 🙂

    • andrefronza778 says

      Oi! Fico feliz em saber que você gostou, vou continuar com certeza! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *