Café da manhã, Lanches, Post novo, Sem glúten
comentários 8

Muffins de pitanga

Não é difícil encontrar pitangueiras espalhadas em quintais e pomares do Nordeste ao Rio Grande do Sul. Aqui em São Paulo já vi várias brotando em calçadas e ruas movimentadas. Na primavera e no verão seus galhos se enchem de pequenas bagas vermelhas em tons que variam de acordo com a maturação. Quanto mais vermelha, mais madura.

É uma fruta nativa do Brasil admirada por muitos graças ao seu aroma fresco e sabor azedinho. Reza a lenda que Dom Pedro II, imperador do Brasil, quando chegou no país ficou encantado pelo seu sabor, exigindo a produção de sorvete com ela.

É uma pena que ela não ganhou espaço no mercado comercial, já que estraga com facilidade e tem que ser colhida manualmente. Tornando sua produção em escala comercial muito difícil. É quase impossível encontrar em supermercados e feiras livres. Aqui em São Paulo já vi para comprar no Mercado Municipal e no Eataly (Vila Olimpia) onde eu comprei. O negócio mesmo é catar direto do pé, que é mais fácil, do que encontrar para comprar.

É comum eu encontrar em blogs gringos receitas de muffins com mirtilos na massa. Como não é muito barato aqui no Brasil, e a maior parte comercializada é importada, decidi “abrasileirar” a receita usando pitangas no lugar. E não é que ficou bom 😆

A massa docinha, com sabor de baunilha, combina perfeitamente com o azedinho das pitangas. Esse contraste de doce com azedo ficou bem equilibrado. Além disso, os muffins ficaram fofinhos, leves e aerados. Uma delícia!

Essa receita é sem glúten, usei uma mistura de farinhas que já ensinei a fazer aqui no blog e deu super certo. Usei também um pouco de farinha de linhaça para dar liga extra e estrutura à massa, já que não leva ovo.

Assim como a maioria dos bolos e muffins sem glúten, o ideal é consumir no dia em que foram feitos, enquanto estão macios e úmidos. No dia seguinte já ficam mais secos e quebradiços.

Para fazer muffins sempre utilizo forminhas de silicone, elas não geram lixo como as de papel, são reutilizáveis e fáceis de desenformar. Se você costuma fazer muffins e cupcakes com frequência sugiro fazer esse investimento.

Pra quem tá duvidando que esse muffin vegano e sem glúten fica fofinho, saca só o GIF abaixo 😍

Você vai precisar de…
Mistura de farinha sem glúten – 1 1/2 xícara (200 g) – receita aqui
Açúcar demerara – 1/2 xícara (110 g)
Pitanga fresca – 1 xícara (130 g)
Óleo de coco derretido (ou outro óleo vegetal) – 1/3 xícara (80 ml)
Água filtrada – 95 ml
Extrato de baunilha – 1 colher de sopa (15 ml) – receita aqui
Farinha de linhaça – 1 colher de sopa (5 g) + 2 colheres de sopa de água (30 ml)
Fermento químico – 2 colheres de chá (7 g)

Como fazer…
1- Comece preparando o “ovo” de linhaça que dará liga extra para massa. Em um recipiente pequeno, misture a farinha de linhaça e a água. Reserve por cerca de 5 minutos.
2- Retire e descarte os cabinhos das pitangas caso tiver. Lave bem e corte ao meio, retire as sementes e descarte.
3- Preaqueça o forno a 180 ºC.
4- Em um recipiente maior, coloque as pitangas, a mistura de farinha sem glúten, o açúcar demerara, o óleo de coco, a água, o extrato de baunilha e o “ovo” de linhaça. Misture bem até obter uma massa homogênea.
5- Adicione o fermento e misture delicadamente até incorporar à massa.
6- Despeja a massa em forminhas de muffins preenchendo aproximadamente 2/3 de sua capacidade. Usei forminhas de silicone untadas com um pouco de óleo.
7- Leve ao forno preaquecido por cerca de 30 minutos. Verifique o cozimento inserindo um palito no centro do muffin, se sair limpo significa que está assado.
8- Retire do forno e desenforme ainda quente se estiver usando fôrmas de silicone ou de alumínio. Se você deixar esfriar nas forminhas, o vapor irá acumular nas laterais deixando a massa mole e grudenta.

Rendimento: 8 muffins

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

  1. Maria Carolina says

    Fiz hoje e ficaram muuuuito bons! Ah, e outro dia fiz as broas de milho e também ficaram uma delícia!
    Abraço!

    • André says

      Oi Maria! Oba que bom que você gostou das receitas 😀 Abraços!

  2. Katrine says

    Oi André,posso trocar o oleo de coco por outro oleo vegetal??

    • André says

      Oi Katrine! Sim, você pode usar outro óleo vegetal, como de girassol. Abraços!

  3. Danielle says

    Oi André! Muito legal o seu blog, vou testar algumas receitas. Esta do muffin de pitanga eu gostaria de saber se posso trocar a pitanga por outra fruta vermelha, como morango ou amora, ou se vai soltar muito líquido e tbm gostaria de saber se posso add ovos sem alterar a composição da receita, para que fique mais proteico.
    Obrigada.
    Dani

    • André says

      Oi Danielle! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog. Espero que goste das receitas 😉 Eu nunca tentei fazer com outras frutas, mas acredito que dê certo com morango ou amora. Eu indico você usar frutas não muito maduras, caso contrário vai soltar muito líquido mesmo. Sobre os ovos não sei te dizer, mas creio que terá que mudar a composição da receita se for adicionar. De nada e abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *