Todos os posts com a tag: fubá

Biscoito de fubá

Difícil encontrar alguém que não tem na memória afetiva alguma receita com fubá. Essa farinha de milho tem o poder de trazer à tona o gostinho de infância, do café da tarde na casa da avó ou no carinho de mãe. Esse pozinho de cor amarelado assume diversas formas e texturas. Broas, bolos, sequilhos, polenta, pães e biscoitos que acompanham uma xícara fumegante de café ou de chá. É confort food brasileiro, que alimenta o corpo, a alma e as boas memórias.

Nhoque de abóbora

Difícil achar alguém que não gosta de nhoque, eu particularmente adoro! Faço de vez em quando de batata e de mandioquinha, mas essa foi a primeira vez, quer dizer a segunda, que fiz de abóbora. Digo segunda vez porque a primeira não deu muito certo. Motivo? A abóbora que eu tinha usado, a paulista, não é muito boa para fazer nhoque. Ela retém muita água, tive que usar muita farinha para conseguir modelar. Resultado, nhoque com sabor de farinha 😖

Bolo de fubá

Tem algumas receitas que são sinônimo de conforto e boas lembranças. São aquelas comidas simples, saborosas e caseiras que nos fazem lembrar de bons tempos e de pessoas queridas. Pra mim o bolo de fubá, além de gostoso, é carregado de memórias afetivas deliciosas, em especial da minha avó materna que sempre servia esse bolo no café da tarde quando eu visitava na infância. Sem dúvida é meu bolo preferido. Com o passar do tempo alguns ingredientes simples e tradicionais de receitas clássicas da culinária brasileira, como o fubá, foram sendo modificados pela indústria alimentar que só visa maior produtividade e lucro. O milho, assim como a soja, foi um dos alimentos que sofreu alteração genética. Basta olhar nas gôndolas dos supermercados que você verá o símbolo de transgênico em quase todas as embalagens de produtos que contém algum derivado do milho ou da soja.

Torta de polenta

No final da semana passada deixei pra trás a minha amada e gelada Santa Catarina em rumo a uma vida nova. Faz dois dias que acabei de chegar de mala e cuia (e sozinho!) em São Paulo capital. Apesar de ser barulhenta, poluída e caótica, amo muito essa cidade. Em especial a agenda cultural imensa que ela oferece. Como sou apaixonado por