Todos os posts arquivados em: Receitas

Requeijão de castanha

Não gosto de ficar nomeando receitas veganas com nomes de receitas que de longe não são veganas, mas às vezes é preciso. Como é o caso desse “requeijão” de castanha, que de requeijão tem consistência parecida e a forma de consumir, por isso que chamei desse jeito. Apesar do sabor lembrar um pouco, ele é bem diferente do tradicional. Afinal de contas, é feito com ingredientes totalmente diferentes, não tinha como ser igual né!

Pão de mandioquinha

Apesar de ter cara de pão de queijo e levar alguns ingredientes típicos da receita mineira, como polvilho doce e azedo, esse pão de mandioquinha tem um sabor bem diferente. A textura lembra bastante pão de queijo, tem aquele puxa puxa característico. Mas o sabor e o cheiro é de mandioquinha, levemente adocicado, uma delícia!

Torta cremosa de repolho

Sim, é isso mesmo que você leu no título do post, torta cremosa de repolho! É salada sendo promovida a torta hahaha. Mas é claro, com alguns ingredientes a mais para dar um up no sabor e deixar a preparação mais especial. É de dar água na boca e pedir pra repetir! 😋 Nessa receita o repolho refogado casa impecavelmente com o alho e o creme de castanha. A combinação desses três é surpreendente. Fica muito gostoso! Se você não está afim de fazer a torta, sugiro preparar pelo menos o refogado com esse trio e servir como acompanhamento. Vai deixar qualquer refeição muito mais gostosa.

Bolo cremoso de mandioca com coco

Depois do bolo nada fácil e prático que fiz para comemorar o aniversário de dois anos do blog, chegou a hora de fazer um bolinho bem mais simples e rápido. Perfeito para a correria do dia a dia. O clássico bolo de mandioca com coco ganha uma versão sem ovos, sem laticínios e sem açúcar refinado por aqui. Além de não levar farinha e não conter glúten, do mesmo jeito que o tradicional. O preparo é simples, basta bater todos os ingredientes no liquidificador, pôr na fôrma e assar por alguns minutos. Fica bem saboroso e cremoso!

Como fazer granola salgada

Fazer granola em casa é muito simples e rápido, para você ter noção, essa aí eu fiz em menos de 30 minutos, incluindo o tempo de forno. Já publiquei aqui no blog como fazer granola doce, agora chegou a hora de eu explicar como fazer salgada. Ela é perfeita para polvilhar sobre saladas e pratos para dar uma crocância e sabor a mais, ou para ser consumida pura mesmo como um lanchinho da tarde. É uma forma bem saborosa e prática de se alimentar bem e nutrir o corpo nos intervalos das refeições.

Biscoito de chocolate com jatobá

Alguns dias atrás tive a oportunidade de conhecer os boxes do Instituto Ata, do chef Alex Atala, no Mercado Municipal de Pinheiros aqui em São Paulo. Eu que sou apaixonado por ingredientes nativos do Brasil fiquei encantado e quis comprar quase tudo hahaha. São 4 boxes com produtos típicos de cada bioma: Caatinga e Cerrado, Mata Atlântica, Amazônia e Pampas. Quem mora por aqui ou vier passear e gosta de produtos regionais de alta qualidade vale a pena visitar. 

Hambúrguer de palmito

Uma das coisas boas de fazer hambúrgueres, é que além de saborosos, são super práticos. Gosto de fazer bastante e congelar. Quando bate aquela vontade de comer, ou aquela preguiça de cozinhar hahaha, é só tirar do congelador e fritar. Isso sem contar que na correria da semana quebram um bom galho quando precisamos de uma refeição rápida, mas sem deixar de lado aquele gostinho de feito em casa. Em um piscar de olhos ficam prontos sem muita sujeira.

2 anos, 1 grande novidade e 1 bolo vermelho para comemorar

Dois anos atrás eu lançava o meu blog com o objetivo de disseminar informações sobre como podemos tornar a relação homem-comida-meio ambiente mais harmoniosa possível, sem deixar de lado o prazer, é claro. Ao longo desse tempo publiquei por aqui receitas simples e gostosas (ao meu ver, é óbvio), que valorizam os alimentos de origem vegetal, integrais, orgânicos e produzidos localmente. Aos poucos o número de leitores foram aumentando, contabilizando hoje quase 1,5 milhão de visualizações. Agradeço a todos que acompanham por aqui minhas aventuras na cozinha. Esse blog não existiria mais se não fosse o incentivo de vocês através dos acessos, comentários, e-mails, compartilhamentos e curtidas. Cada vez que algum(a) leitor(a) entra em contato comigo, seja para tirar dúvidas, pedir ajuda ou elogiar, meu coração transborda de alegria e me sinto mais inspirado a continuar. Muitíssimo obrigado mesmo!