Todos os posts arquivados em: Lanches

Como fazer granola salgada

Fazer granola em casa é muito simples e rápido, para você ter noção, essa aí eu fiz em menos de 30 minutos, incluindo o tempo de forno. Já publiquei aqui no blog como fazer granola doce, agora chegou a hora de eu explicar como fazer salgada. Ela é perfeita para polvilhar sobre saladas e pratos para dar uma crocância e sabor a mais, ou para ser consumida pura mesmo como um lanchinho da tarde. É uma forma bem saborosa e prática de se alimentar bem e nutrir o corpo nos intervalos das refeições.

Biscoito de chocolate com jatobá

Alguns dias atrás tive a oportunidade de conhecer os boxes do Instituto Ata, do chef Alex Atala, no Mercado Municipal de Pinheiros aqui em São Paulo. Eu que sou apaixonado por ingredientes nativos do Brasil fiquei encantado e quis comprar quase tudo hahaha. São 4 boxes com produtos típicos de cada bioma: Caatinga e Cerrado, Mata Atlântica, Amazônia e Pampas. Quem mora por aqui ou vier passear e gosta de produtos regionais de alta qualidade vale a pena visitar. 

Hambúrguer de palmito

Uma das coisas boas de fazer hambúrgueres, é que além de saborosos, são super práticos. Gosto de fazer bastante e congelar. Quando bate aquela vontade de comer, ou aquela preguiça de cozinhar hahaha, é só tirar do congelador e fritar. Isso sem contar que na correria da semana quebram um bom galho quando precisamos de uma refeição rápida, mas sem deixar de lado aquele gostinho de feito em casa. Em um piscar de olhos ficam prontos sem muita sujeira.

Como fazer iogurte de coco

Fazer iogurte em casa foi uma das minhas últimas aventuras na cozinha final do ano passado. Depois de alguns testes consegui obter uma versão vegana incrível de iogurte de coco, para ninguém botar defeito. Fica super cremoso, leve e azedinho, sem contar que é rico em bactérias que auxiliam a flora intestinal. Bem saudável mesmo, uma ótima opção para o café da manhã ou lanchinho da tarde. Acompanhado de granola caseira então nem se fala, melhor ainda!

Muffins de pitanga

Não é difícil encontrar pitangueiras espalhadas em quintais e pomares do Nordeste ao Rio Grande do Sul. Aqui em São Paulo já vi várias brotando em calçadas e ruas movimentadas. Na primavera e no verão seus galhos se enchem de pequenas bagas vermelhas em tons que variam de acordo com a maturação. Quanto mais vermelha, mais madura.

Como fazer manteiga de coco

Encontrar manteigas vegetais em lojas de produtos naturais ou em supermercados não é uma tarefa fácil, e quando se tem a sorte de encontrar o preço não é nada convidativo. Por este motivo faço a minha em casa, pode parecer impossível ou difícil fazer, mas não é nada disso. Basta ter um processador de alimentos, ou um liquidificador, e um pouquinho de tempo e paciência que logo logo você terá uma manteiga fresca, natural e muito saborosa.

Mexido de tempeh

É bem provável que você esteja se perguntando que diabos é esse tal de tempeh? Pois bem, eu também não conhecia até esses dias atrás, quando conheci melhor a Mun Artesanal na feira de produtos naturais, a NaturalTech, aqui em São Paulo. O tempeh tradicional nada mais é que um bloco feito de grãos de soja fermentados com fungos do gênero Rhizopus. É uma excelente fonte de proteínas de origem vegetal. Sendo vendido congelado na seção refrigerada de bons supermercados, empórios, lojas de produtos naturais e pela internet.

Coxinha de palmito (sem glúten)

Do tradicional boteco de esquina ao restaurante classudo de comida contemporânea da moda, a coxinha é sem dúvida um dos salgados mais populares do Brasil. De origem paulista, conquistou todos os cantos do país em pouco tempo. A receita tradicional leva farinha de trigo branca na massa e frango no recheio, depois é frita por imersão em óleo quente. Com o passar do tempo surgiram novos recheios, ingredientes e formas de preparo. Por aqui não é muito diferente, a receita que fiz é completamente alternativa. É vegana, sem glúten e assada. Uma versão bem mais saudável e leve que a tradicional.

Cracker salgado (sem glúten e integral)

Lanchinhos leves e saudáveis entre as principais refeições são muito bem-vindos, ainda na correria da semana, não é? Faço com frequência cookies de aveia com alfarroba, trufas de tâmaras, barras de cereal e granola para comer durante o dia no trabalho. Como sempre levo um snack doce, decidi variar e fazer algo salgado pela primeira vez, mas sem deixar de lado a praticidade. E foi assim que nasceu a ideia de fazer os crackers, ou biscoito salgado, como você preferir.