Todos os posts arquivados em: Entradas e acompanhamentos

Biscoito de polvilho vegano

Não tem snack mais brasileiro que biscoito de polvilho, não é? Super crocante e leve é impossível parar de comer depois da primeira mordida. Com pequenas adaptações é possível fazer uma versão vegana bem satisfatória, ninguém vai dizer que não leva ovo ou leite. É um ótimo snack para alérgicos e intolerantes, já que não tem glúten e nem lactose. Além de ser perfeito pra levar na bolsa e comer entre as refeições quando bate aquela fome fora de casa.

Caldo verde

É só a temperatura baixar nessa época do ano que começa a pipocar pelas ruas plaquinhas com o anúncio “temos caldo verde”. Não tem coisa melhor que uma sopa ou creme quentinho para nutrir e aquecer o corpo em baixas temperaturas, não é!? Pensando nisso resolvi fazer um caldo verde à la Tempero Alternativo, ou seja, sem carne. Mas isso não significa que fiz um creme de batata com couve sem graça. No lugar da carne usei cogumelos frescos para adicionar um pouco de umami na preparação. Resultado? Ficou DI-VI-NO! Tô aqui escrevendo com água na boca hahaha. É sério!

Requeijão de castanha

Não gosto de ficar nomeando receitas veganas com nomes de receitas que de longe não são veganas, mas às vezes é preciso. Como é o caso desse “requeijão” de castanha, que de requeijão tem consistência parecida e a forma de consumir, por isso que chamei desse jeito. Apesar do sabor lembrar um pouco, ele é bem diferente do tradicional. Afinal de contas, é feito com ingredientes totalmente diferentes, não tinha como ser igual né!

Torta cremosa de repolho

Sim, é isso mesmo que você leu no título do post, torta cremosa de repolho! É salada sendo promovida a torta hahaha. Mas é claro, com alguns ingredientes a mais para dar um up no sabor e deixar a preparação mais especial. É de dar água na boca e pedir pra repetir! 😋 Nessa receita o repolho refogado casa impecavelmente com o alho e o creme de castanha. A combinação desses três é surpreendente. Fica muito gostoso! Se você não está afim de fazer a torta, sugiro preparar pelo menos o refogado com esse trio e servir como acompanhamento. Vai deixar qualquer refeição muito mais gostosa.

Como fazer granola salgada

Fazer granola em casa é muito simples e rápido, para você ter noção, essa aí eu fiz em menos de 30 minutos, incluindo o tempo de forno. Já publiquei aqui no blog como fazer granola doce, agora chegou a hora de eu explicar como fazer salgada. Ela é perfeita para polvilhar sobre saladas e pratos para dar uma crocância e sabor a mais, ou para ser consumida pura mesmo como um lanchinho da tarde. É uma forma bem saborosa e prática de se alimentar bem e nutrir o corpo nos intervalos das refeições.

Dadinhos de tapioca

Os dadinhos de tapioca tornaram-se um aperitivo clássico do aclamado restaurante Mocotó, do chef Rodrigo Oliveira, aqui em São Paulo. A criação original leva tapioca granulada, queijo coalho, leite de vaca, sal e pimenta do reino branca. Depois de alguns testes, consegui trocar os ingredientes de origem animal para uma versão vegana satisfatória. Além disso, ao invés de fritar os dadinhos como a receita tradicional, eu assei. Resultado? Ficaram tão gostosos quanto os originais, crocantes por fora e macios por dentro. Acompanhados de molho de pimenta agridoce, como é servido no restaurante, ficam ainda melhores! Não deixe de experimentar esses dois juntinhos ❤ Eu fiz o molho em casa porque não gosto muito apimentado, a receita está no final do post.