Entradas e acompanhamentos, Lanches, Post novo, Receitas, Sem glúten
comentários 22

Biscoito de polvilho vegano

Não tem snack mais brasileiro que biscoito de polvilho, não é? Super crocante e leve é impossível parar de comer depois da primeira mordida. Com pequenas adaptações é possível fazer uma versão vegana bem satisfatória, ninguém vai dizer que não leva ovo ou leite. É um ótimo snack para alérgicos e intolerantes, já que não tem glúten e nem lactose. Além de ser perfeito pra levar na bolsa e comer entre as refeições quando bate aquela fome fora de casa.

Hoje existem várias receitas que incorporam temperos e sementes na massa para dar mais sabor e valor nutricional. Nesta receita usei uma combinação de gergelim preto, manjericão seco e cúrcuma em pó. Mas você pode muito bem variar e usar o que preferir, como alecrim, tomilho, curry, semente de linhaça, chia, pimenta calabresa, pimenta do reino, páprica doce…enfim, as possibilidades são infinitas.

Independente do tempero utilizado é imprescindível usar o polvilho azedo nesta receita, ele é responsável por fazer o biscoito expandir e ficar crocante, se você usar o doce isso não irá acontecer. Outro detalhe, um pouco menos importante, é que usei cúrcuma ou açafrão-da-terra para dar um tom amarelado bonito aos biscoitos. Isso é opcional, caso você não utilizar eles só ficarão pálido, mas não menos gostosos 😉

Você vai precisar de…
Polvilho azedo – 1 3/4 xícara – (250 g)
Água – 1 xícara (250 ml) + 2 colheres de sopa (30 ml)
Óleo vegetal – 1/4 xícara (60 ml)
Farinha de linhaça – 1 colher de sopa (15 g)
Sal – 1 colher de chá (5 g)
Manjericão ou orégano seco – 2 colheres de chá (opcional)
Gergelim – 1 colher de chá (3 g) (opcional)
Cúrcuma em pó – 1/4 colher de chá (opcional)

Como fazer…
1- Em um recipiente pequeno coloque a farinha de linhaça e 2 colheres de sopa de água. Mexa bem e reserve por cerca de 5 minutos para hidratar.
2- Em outro recipiente misture o polvilho azedo, o sal, o gergelim, a cúrcuma e o manjericão ou orégano seco.
3- Coloque o óleo e a água numa panela e leve para aquecer em fogo médio. Assim que formar as primeiras bolhas no fundo da panela desligue o fogo.
4- Regue a mistura de óleo e água quente sobre os secos para escaldar, mexendo sem parar até obter uma massa lisa e homogênea.
5- Adicione a farinha de linhaça hidratada e misture novamente.
6- Preaqueça o forno a 200 °C.
7- Coloque um pouco da massa num saco de confeiteiro com bico liso ou num saco plástico com uma das pontas cortadas, cuidado para não cortar demais e deixar os biscoitos grossos.
8- Aproxime o bico próximo da assadeira, aperte e movimente numa linha reta formando palitos. Tente fazer todos os biscoitos com a mesma espessura para assarem por igual. Se você estiver usando tapete de silicone ou fôrma antiaderente não precisa untar, caso estiver usando fôrma de alumínio unte com um pouco de óleo. Deixe um espaço, cerca de 2 cm, entre os biscoitos para não grudarem quando crescer.
9- Leve ao forno preaquecido e asse por cerca de 16 minutos ou até ficar dourado e crocante.
10- Retire da fôrma e deixe esfriar em temperatura ambiente, repita as etapas 7, 8 e 9 até a massa acabar. Para você ter noção do rendimento, com a massa preenchi 8 vezes a fôrma da primeira foto. Como tenho duas iguais assei em 4 etapas, usando duas fôrmas por vez. Demorou um pouco mas rendeu bastante.
11- Armazene os biscoitos num recipiente com tampa hermética para não amolecerem. Duram cerca de 3 dias crocantes.

Salvar

Salvar

Salvar

  1. Bia says

    Andre…vc acabou com a minha dieta…fiz o biscoito…deliciaaaaaaa…acabei de assar e nao tem quase nada, pois qndo eu tirava um tabuleiro . provava pra ver se estava bom e nao parava mais…a primeira fornada comi sozinha..rsrsr
    So uma duvida…na receita vc diz uma colher de sopa de inhaca porem entre parentesis esta 5 g o que corresponde a uma coher de cha…optei pela coher de cha….acertei ou errei…

    • André says

      Oi Bia! Hahahaha é difícil mesmo parar de comer, esses biscoitos são um teste de auto controle. Ops, errei a quantidade, é 1 colher de sopa mesmo, o que equivale a 15 g. Vou corrigir isso já, obrigado pela observação. Se a receita deu certo e ficou boa o que é uma colher de chá ou de sopa pra dizer se você acertou ou errou hahaha. Abraços!

  2. Tania Reis says

    Adorava fazer mas não sei o que é polvilho azedo. Aqui em Portugal nunca ouvi falar. Vou perguntar a alguns amigos brasileiros se consigo encontrar cá 😉

    • André says

      Oi Tania! O polvilho azedo é uma fécula fermentada extraída da mandioca, uma raíz super popular no Brasil. Não sei se hoje já é exportada para a Europa, tomara que sim né!? Abraços!

  3. Jô de Oliveira says

    André , suas receitas são simples e tentadoras … gostei demais vou experimentar e volto pra dizer o resultado… obrigada por mais essa

    • André says

      Oi Jô! Que bom que você gosta das minhas receitas querida. Isso, me conta depois o que achou 😉 De nada e abraços!

    • André says

      Oi Luciana! Oba, fico feliz em saber que minhas receitas sempre funcionam 😀 Abraços!

    • André says

      Oi Deyse! Nunca tentei congelar a massa crua, então não sei te dizer ao certo se rola. Se tentar me avisa como ficou 😉 Abraços!

  4. Maria says

    Nossa, eu fiz e ficou tão bom que eu nem acreditei que tivesse sido eu.
    André… Nós te adoramos

    • André says

      Oi Maria! Hahaha oba, que bom que você gostou da receita querida ❤ Abraços!

    • André says

      Oi Fernanda! Eu nunca tentei fazer com outra farinha, então não sei te dizer ao certo. Eu usei a de linhaça para dar liga e substituir o ovo. Abraços!

    • André says

      Oi Bia! Nesta receita a linhaça substituiu o ovo para dar liga extra, mas você pode substituir pela chia sem problema, ela também dá liga. Só dá uma hidratada primeiro que nem a farinha de linhaça 😉 Abraços!

  5. Uau, está com a aparência maravilhosa, deu água na boca!!! Vou tentar fazer para minha filha, obrigada por compartilhar!

    • André says

      Oi Débora! Não só a aparência é maravilhosa, mas o gosto também hahaha. Espero que sua filha goste 😉 De nada e abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *