Como, Entradas e acompanhamentos, Lanches, Post novo, Receitas, Sem glúten
comentários 12

Como fazer pipoca de panela perfeita

Não sei você, mas eu AMO pipoca! Crocante, sequinha e preparada na hora é irresistível. Só paro de comer quando acaba hahaha. Admito que não consumo com tanta frequência assim, mas sempre quando faço é do jeito tradicional, na panela.

Nada daquelas pipocas de micro-ondas, que além de serem feitas com grãos de milho transgênico, tem sabor artificial e aditivos químicos que não fazem bem. O milho de pipoca que sempre é da marca Ecobio, ele é orgânico e não transgênico.

O que muitos não sabem, é que não há necessidade de utilizar gordura para estourar o milho, só o calor da panela já é suficiente. Geralmente é utilizada para dar mais sabor. O que percebi testando com e sem gordura, é que as chances de o grão queimar e não estourar por completo é maior quando não é utilizada. Mas isso não significa que não é possível sem gordura, só é preciso ter mais cuidado na hora de fazer.

Não vejo problema em utilizar gordura na pipoca, desde que seja pouca e de boa qualidade é claro. As que mais indico para pipoca salgada são o azeite de oliva virgem (não o extra virgem), o óleo de girassol e a manteiga de cacau desodorizada (meu preferido, foi esse que usei). Já para pipoca doce indico o óleo de coco, a manteiga de cacau natural e o óleo de girassol também.

Você vai precisar de…
Milho para pipoca – 1/2 xícara (110 g)
Óleo, azeite ou manteiga de cacau – 1 colher de sopa (15 ml) (opcional)
Sal – 1/2 colher de chá (opcional)

Como fazer…
1- Aqueça o óleo, o azeite ou a manteiga de cacau em fogo médio numa panela grande, com no mínimo 3 litros.
2- Coloque 3 ou 4 grãos de pipoca na panela e tampe. Quando estourar, desligue o fogo e tire os grãos.
3- Adicione o milho e o sal. Mexa bem para envolver todos os grãos. Tampe a panela e conte 30 segundos.
4- Retorne a panela ao fogo médio, a pipoca deve começar a estourar em breve. Mantenha a tampa um pouco aberta para o vapor sair, assim a pipoca fica mais sequinha e crocante. Quando começar a estourar sacuda a panela delicadamente fazendo movimentos circulares em cima da chama.
5- Quando o tempo de estouro entre um milho e outro diminuir, desligue o fogo e transfira imediatamente para uma tigela grande.
6- Experimente e adicione mais sal se necessário. Consuma imediatamente enquanto ainda está crocante.

Notas:

  • Essa receita rende 4 porções.
  • Para estourar o milho sem gordura, ignore este ingrediente na receita e siga os passos normalmente.
  • Para ficar crocante por alguns dias, armazene a pipoca num pote de vidro com fechamento hermético ou saco plástico bem fechado após esfriar. Neste caso, só tempere com sal na hora de consumir.

  1. Letícia Flores says

    Obrigada pelas dicas! Foi minha primeira pipoca feita na panela e deu super certo!

    • André says

      Oi Letícia! De nada, que bom que deu certo a receita 😀 Abraços!

  2. Maiquel Quaresma says

    Show… Detalhes q fazem a diferença…. Parabéns!

  3. Fausto says

    Gente… essa versão de pipoca não conhecia. Sempre uso a panela tampada. Irei experimentar.

    • André says

      Oi Silvana! É ótimo ter marcas boas como a Ecobio no mercado né? Foi a salvação de uma pipoca orgânica e não transgênica hehehe. Abraços!

  4. Rosele says

    Eu já fazia desse jeito, mas os detalhes que eu não fazia, fez toda diferença!
    Adorei ! Obrigada 🙂 <3

    • André says

      Oi Rosele! Que bom que você gostou dos detalhes 😉 De nada e abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *