Café da manhã, Lanches, Post novo, Receitas, Sem glúten, Sobremesas
comentários 12

Curau de milho

Com ingredientes simples e preparação mais ainda, o curau de milho é daqueles doces reconfortante e típico de festas juninas. Basicamente consiste num creme doce e aveludado de milho verde. Podendo ser consumido tanto morno quando gelado. Geralmente é servido com canela em pó polvilhado, uma delícia!

Você vai precisar de poucos ingredientes, basta umas espigas de milho, leite de coco, açúcar demerara, uma pitada de sal (opcional) e canela em pó a gosto para servir (opcional). Não tem como ser mais simples que isso né!? O amido presente no milho é responsável por engrossar o creme quando aquecido, então nem precisa adicionar ingredientes para encorpar o creme.

Tem gente que coloca leite condensado, mas nem precisa disso, o açúcar já adoça o suficiente e fica perfeito. Ah e usei leite de coco caseiro, ele é mais líquido que o industrializado. Eu sugiro utilizar o feito em casa, mas se você optar pelo industrializado dilua com um pouco de água.

Você vai precisar de…
Milho verde – 3 espigas (2 xícaras de milho debulhado – 300g)
Leite de coco – 2 xícaras (500 ml) – receita aqui
Açúcar demerara – 1/3 xícara (70 g)
Sal – uma pitada (opcional)
Canela em pó – a gosto para servir (opcional)

Como fazer…
1. Comece limpando as espigas. Descarte a palha e o cabelo do milho, lave bem sob água corrente.
2- Apoie uma das espigas de pé em uma superfície plana e com uma faca corte os grãos de milho para debulhar. Repita com as outras espigas.
3- Transfira os grãos crus para o liquidificador e adicione o leite de coco. Bata bem por cerca de 3 minutos até obter uma mistura homogênea.
4- Coe utilizando uma peneira, pressione as costas da colher para tirar o máximo possível do líquido. Descarte o bagaço.
5- Transfira para uma panela e adicione o açúcar e o sal. Leve ao fogo médio e mexa sem parar até levantar fervura e formar um creme grosso. Desligue o fogo e transfira para um recipiente.
6-Leve à geladeira e deixe esfriar por cerca de 1 hora. Sirva polvilhado com canela em pó a gosto.

Nota: No sul e sudeste do Brasil é conhecida como curau de milho, já no restante do país é conhecida como canjica de milho.

  1. Catarina da Silva says

    parece muito bom, mas uma dúvida: dá p cortar ele em pedaços ou ele fica mais mole? pelo menos o de caixa fica mais consistente, com uma textura meio de pudim, sabe?
    ah, suas receitas são ótimas, as fotos são super bem feitas e o design do site é muito organizado e limpo! recomendo sempre!

  2. Maíra says

    Este curau está super aprovado, muito boa receita! adoro suas explicações. beijo

    • André says

      Oi Maíra! Que bom que você gostou da receita 😀 Abraços!

    • André says

      Oi Aline! Sério que ficou azedo? Poxa que pena, talvez seja a origem do milho. Tenta fazer com milho já cozido que também da certo 😉 Abraços!

  3. Renato says

    É claro que são questões regionais, mas o que se conhece como canjica de milho aqui no Espírito Santo, ou canjicão, é o que no nordeste chamam de munguzá, feito com milho branco, amendoim, coco, etc. A receita de hoje poucos conhecem como curau por aqui, a maioria chama de papa de milho.

    • André says

      Oi Renato! Não sabia que por aí a maioria conhece como papa de milho, que interessante. Sei que muitos também conhecem como mingau de milho, mas papa não sabia. Obrigado por compartilhar essa informação 😉 Abraços!

    • André says

      Oi Ci! De nada 😉 Fico feliz em saber que você gosta do blog. Abraços!

    • André says

      Oi Ana! Pode sim usar milho em lata, ele não fica tão consistente como o curau feito com milho fresco e cru. Mas fica cremoso e gostoso também 😉 Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *