Lanches, Pratos principais, Receitas
comentários 19

Hambúrguer de palmito

Uma das coisas boas de fazer hambúrgueres, é que além de saborosos, são super práticos. Gosto de fazer bastante e congelar. Quando bate aquela vontade de comer, ou aquela preguiça de cozinhar hahaha, é só tirar do congelador e fritar. Isso sem contar que na correria da semana quebram um bom galho quando precisamos de uma refeição rápida, mas sem deixar de lado aquele gostinho de feito em casa. Em um piscar de olhos ficam prontos sem muita sujeira.

Já publiquei aqui no blog algumas receitas de hambúrguer veganos. Tem de lentilha, de feijão, e de shimeji. Dessa vez decidi fazer um bem diferente, usando o palmito como ingrediente principal. Ficou MUITO GOSTOSO! 😋 Vamos e convenhamos, o palmito em si não tem muito sabor. Mas como usei pimentão orgânico, alho, cebolinha, sal e pimenta do reino para temperar, ficou bem saboroso.

Usei palmito pupunha fresco, mas você pode usar outro de qualquer espécie. E se não encontrar fresco, pode usar o de conserva mesmo. A farinha de rosca fiz em casa, costumo fazer quanto tem pão amanhecido, quando já está velho e duro. É possível também comprar pronta, só fique de olho na lista de ingredientes, algumas contém aditivos químicos e ovos. 

Fiz um duplo burguer de palmito (porque sou guloso mesmo hahaha) com rúcula, tomate e cebola roxa. Servi acompanhado de milkshake de leite de coco com amora, nem preciso dizer que estava incrível né, sai da mesa rolando hahaha.

Você vai precisar de…
Palmito fresco picado em cubinhos – 3 xícaras (400 g) – ver nota
Farinha de rosca – 1/2 xícara (80 g)
Pimentão picado em cubinhos – 1/4 xícara (35 g)
Alho – 2 dentes (8 g)
Cebolinha picada – 2 colheres de sopa
Azeite de oliva – 1 colher de sopa (15 ml)
Sal – 1 colher de chá (5 g)
Pimenta do reino – a gosto – opcional

Como fazer…
1- Em uma panela média, coloque o palmito picado e adicione água até cobrir os pedaços e 1/2 colher de chá de sal. Cozinhe até ficar macio.
2- Escorra bem a água do cozimento e reserve o palmito.
3- Descasque e pique bem os dentes de alho.
4- Aqueça o azeite em uma panela e refogue o alho até ficar levemente dourado.
5- Acrescente o pimentão e refogue por cerca de 1 minuto.
6- Adicione o palmito escorrido, a cebolinha, a pimenta do reino e 1/2 colher de chá de sal. Misture bem e refogue por mais 1 minuto aproximadamente.
7- Desligue o fogo e adicione a farinha de rosca. Misture até ficar hidratada e começar a dar liga. A massa deve ficar úmida e ser possível de modelar sem se despedaçar com facilidade. Espere amornar.
8- Divida a massa em 6 porções iguais e modele os hambúrgueres.
9- Em uma frigideira antiaderente, aqueça um fio de óleo e frite os dois lados do hambúrguer até dourar. Se não for consumir logo, congele os hambúrgueres crus separados por um filme de PVC ou papel manteiga. Congelados duram cerca de 2 meses.
10- Monte o lanche do jeito que preferir e sirva ainda quente.

Rendimento: 6 hambúrgueres

Nota: se não encontrar palmito fresco, você pode utilizar o palmito em conserva (3 xícaras picado). Neste caso, escorra a salmoura e lave os pedaços em água corrente para tirar o excesso de sódio, utilize uma peneira para facilitar. Não precisa cozinhar o palmito. Escorra bem a água do enxágue e siga a receita do mesmo jeito a partir da terceira etapa. Dependendo da conserva, a quantidade de sal a ser usado para temperar o hambúrguer pode variar. Experimente e adicione a gosto, se necessário.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

    • André says

      Fico feliz em saber que tenha gostado do hambúrguer Cristiane. De nada 😉 Abraços!

  1. Olá André, tudo bem?
    estou acompanhando sua receita pois pretendo fazer em breve e no passo 6 vc pede 1/2 colher de chá mas não diz do quê. Pode me dizer? Obrigada!

    • André says

      Oi Lucy! Tudo bem sim, e com você? Nossa, comi as palavras na descrição do passo 6 hehehe. Desculpa! É 1/2 colher de chá de sal, arrumei o post agora. A receita toda leva 1 colher de chá, 1/2 colher usei para cozinhar o palmito, e a outra metade para temperar a massa do hambúrguer. Muito obrigado por me avisar 😉 Abraços!

  2. Juliana says

    Oi André, tudo bem? amo seu blog e já reproduzi várias de suas receitas, que são maravilhosas. Queria tirar uma dúvida: posso usar farinha de amêndoas no lugar da farinha de rosca? beijo

    • André says

      Oi Juliana! Tudo bem sim, e com você? Uau, que bom que você já fez várias receitas do blog e gostou 😀 Eu nunca tentei fazer com farinha de amêndoas, mas indico fazer com a de rosca mesmo porque é ela que vai dar liga para o hambúrguer. Se você usar a de amêndoas creio que vai ficar esfarelento. Abraços!

  3. Olá, André! Bom dia. Sou nova no blog e estou adorando as receitas, fotos, design, tudo.
    Adorei esta receita de hambúrguer de palmito. Nunca imaginei fazer hambúrguer de palmito, ou colocar hortelã na sopa de ervilha, como na outra receita que você postou.
    Deve ficar refrescante e deliciosa. E sai um pouco o gosto meio enjoativo ou pesado que, por vezes, fica esta sopa.
    Geralmente, quando a tomo, me sinto rapidamente estufada. Hortelã ajuda na digestão. Então, sua receita uniu o útil ao agradável em todos os sentidos. (Tanto paladar, quando saúde e bem estar.) Hehehe!
    Obrigada por todo o excelente trabalho.
    Sucesso e muito amor! <3
    Divulgarei o blog no grupo que participo no Facebook, Ogros Veganos. Acredito que todos irão gostar! Se puder nos visitar, ficaremos felizes, se caso também não seja participante ou visitante do grupo e eu não saiba. Rs, rs, rs!
    Um grande abraço!

    • André says

      Oi Yasmin! Fico muito feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Espero que goste das outras receitas também. Participo sim do grupo Ogros Veganos no Facebook, antes eu divulgava algumas receitas, mas faz tempo que não passei por lá. Obrigado por ajudar a divulgar o blog querida 😉 Abraços!

  4. Juliana Gomes says

    Oi, André. Adoro seu blog porque as receitas sempre são simples e os ingredientes baratos!

    • André says

      Oi Juliana! Fico feliz em saber que gosta do meu blog 😀 Bom saber que acha as receitas simples e com ingredientes baratos. Abraços!

  5. Daniela Rodrigues says

    Olá, André, boa tarde!

    Descobri seu blog há umas duas semanas e daí separei várias receitinhas para testar.

    Hoje consegui fazer o hamburguer e vim aqui compartilhar e agradecer! Obrigada! Adorei!

    Usei palmito em conserva e farinha de rosca embalada, mas deu super certo! Depois quero
    testar com os produtos mais natural…

    Não tinha pimentão, daí subtitui por um pouco de cenoura ralada e um pouquinho de pimenta moça partidinha.

    Delícia!

    Dá super liga. Nunca iria imaginar!

    Abraços!

    Sucesso e não pare, por favor! 😉

    • André says

      Oi Daniela! Fico feliz em saber que tenha gostado da receita 😀 Nossa, deve ter ficado muito bom com cenoura e pimenta dedo de moça. Espero que goste das outras do blog 😉 Obrigado e abraços!

  6. Marcela says

    Amei a receita, me tornei vegetariana a pouco tempo e tava procurando receitas de hamburguer q nao fossem o de grao de bico e o de feijao, essa veio em bom tempo to louca pra testar já q amo palmito kkkk mas o que to realmente interessada é nesse milkshake de leite de coco com amora, cade a receita dessa maravilha?

    • André says

      Oi Marcela! Espero que goste da receita 😉 O milkshake eu fiz sem receita, meio no olhômetro sabe. Fiz com leite de coco caseiro, amora fresca e açúcar demerara. Bati tudo no liquidificador e coei depois. Ficou bem gostoso. Abraços!

  7. Cintia Moura says

    Realmente! Vamos (companheiro e eu, vegetarianos e aprendizes da cozinha) tentar esse hambúrguer aqui! Aliás, estou pensando em testá-lo usando grão de bico… se funcionar aviso aqui, hehehe.

    • André says

      Espero que vocês gostem 😉 Se fizer com grão de bico me conta como ficou sim! Abraços!

  8. Fernanda says

    Mininoooooo, essas suas receitas vou te falar hein?

    Comida vegana não tem q ser sem graça? Como é que vc me faz umas receitas dessas? Olha, q se essas receitas se espalham pelo mundo tds vão querer ser veganos hein!!

    #quebrandoparadigmas

    • André says

      Oi Fernanda! Hahaha que bom que você gostou 😀 Comida vegana não precisa ser sem graça né!? Abraços!

      • Fernanda says

        André, eu amo o seu blog. Ele é lindo e muda a vida da gente. Um bjo bem grande p vc! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *