Entradas e acompanhamentos, Pratos principais, Receitas, Sem glúten
comentários 45

Almôndega de berinjela

Começo esse post com uma desabafo: por que a maioria dos produtos industrializados para vegetarianos são feitos de soja? É hambúrguer de soja, salsicha de soja, carne de soja, almôndega de soja, lasanha à bolonhesa de soja, nugget de soja, enfim, soja, soja, soja. Nada contra esse grão (se ele for orgânico e não transgênico é claro), mas parece que só existe a soja para substituir a proteína da carne. Cadê a lentilha, o grão de bico, a ervilha e o feijão nessa história. Eles também são riquíssimos em proteínas.

A quantidade de marcas que produzem alimentos para vegetarianos vem aumentando muito nos últimos tempos. Basta olhar as gôndolas e freezers dos supermercados que você vai entender o que estou falando. Mas do que adianta se todas as marcas (ou quase todas) se limitam a produzir tudo com soja. Cadê a diversidade de produtos, de ingredientes e de sabores?

Enquanto que a indústria alimentar vegetariana não oferece opções que me satisfaça, faço hambúrgueres em casa, assim como almôndegas. Tudo sem soja, com muito sabor, e claro, com praticidade. A receita da vez é de deliciosas almôndegas de berinjela, você só vai precisar de apenas seis ingredientes para fazer. Todos são baratos e fáceis de reunir: berinjela, cebola, cebolinha, óleo vegetal, farinha de arroz e sal. Ah, e se você quiser dar uma incrementada no sabor, pimenta do reino moída, mas é opcional.

ingredientes da almôndega

Ingredientes no processador

É muito simples fazer essas almôndegas, não tem como errar. Primeiro é preciso cortar a berinjela em cubinhos e levar ao forno por alguns minutos até murchar. Depois é só triturar no processador com os temperos. Por fim, basta adicionar a farinha, moldar as bolinhas e levar ao forno até ficarem douradas.

Além de saborosas, essas almôndegas são leves, sem glúten e com pouquíssima gordura, uma vez que são assadas. Servi acompanhadas de macarrão sem glúten com molho de tomate seco e cebolinha fresca. Uma delícia mesmo! Eu sei que muitos não gostam de berinjela porque ela é amarga, mas nessa forma de preparo ela fica muito gostosa, sem qualquer vestígio de amargor.

Essa receita rendeu 14 almôndegas, utilizei uma colher de sopa para medir a quantidade de cada uma. Fique à vontade para fazer do tamanho que preferir, mas sugiro não fazer muito grande, caso contrário elas ficarão cruas por dentro.

Almôndegas veganas e sem glúten

Almondegas

Você vai precisar de…
1 berinjela média
1/2 cebola picada
1/2 xíc. de cebolinha picada
1/2 xíc. de farinha de arroz
2 colheres de sopa de óleo vegetal + um pouco para untar a fôrma
Sal e pimenta do reino (opcional) a gosto

Como fazer…
1- Lave bem a berinjela e corte em cubinhos.
2- Transfira para um fôrma. Tempere com sal a gosto e regue com óleo. Misture bem para envolver os pedaços por igual.
3- Leve ao forno preaquecido a 180°C por cerca de 15 minutos, ou até começar a murchar.
4- Retire a berinjela do forno e transfira para o processador. Adicione a cebola, a cebolinha e a pimenta do reino a gosto (opcional). Triture até ficar homogêneo.
5- Transfira a mistura para uma tigela, adicione a farinha de arroz e misture bem até ficar homogêneo. Modele as bolinhas de almôndegas, se a massa estiver muito grudenta, adicione um pouco mais de farinha de arroz ou óleo.
6- Unte a fôrma com óleo e disponha as almôndegas. Leve ao forno preaquecido a 180°C por cerca de 25 minutos, ou até as almôndegas ficarem douradas.

    • André says

      Oi Ana! Sim, você pode congelar eles depois de assados 😉 De nada e abraços!

  1. Marcia pereira trindade says

    Só tenho à agradecer à vcs por idéias como esta .

    • André says

      Oi Marcia! Que bom que você gostou da receita 😀 Abraços!

    • André says

      Oi Thaís! Sim, você pode substituir o óleo por azeite de oliva. Não indico muito o óleo de coco pelo sabor adocicado. Abraços!

  2. Carla says

    Super me identifiquei com suas observações acerca dos produtos a base de soja. Sempre torci muito o nariz com a soja por aqui e agora temos essa enxurrada de produtos (quase todos de gosto muito duvidoso) feitos com esse grão. Adoro ler seus textos e confesso que vez ou outra venho aqui pesquisar receitas para meu cardápio.São todas fantásticas.Vida longa ao seu trabalho,querido! beijocas

    • André says

      Oi Carla! Pois é, eu geralmente torço o nariz também para produtos processados a base de soja (hambúrguer, salsicha, almôndega…). A maioria da soja brasileira é transgênica e contaminada por agrotóxicos. Fora que esses subprodutos sempre são produzidos com a proteína texturizada, que não é lá um troço saudável e natural. Fico feliz em saber que você gosta dos meus textos 😀 Muito obrigado pela mensagem querida. Abraços!

  3. Juliana Gomes says

    Oi, André. Em vez de fazer em formato de almôndega, achatei as bolinhas e grelhei na chapa, como um mini hambúrguer! Ficou demais!!! Maior sucesso.

    • André says

      Oi Juliana! Que bom que você gostou 😀 Bom saber que ficou gostoso grelhado na chapa em formato de mini hambúrguer. Obrigado pela dica 😉 Abraços!

  4. Isabela says

    Ao invés da farinha de arroz, poderia usar a farinha de aveia??

    • André says

      Oi Isabela! Nunca tentei fazer com farinha de aveia, mas acredito que dê certo também. Se você fizer me avisa como ficou 😉 Abraços!

  5. Astrid says

    Oi André, tudo bem? Quero que saiba que eu adoro o seu blog, nossa é muito original, saudável e criativo mesmo. Sou uma apaixonada pela comida orgânica e os bons hábitos alimentares!

    Eu sou Colombiana, mas morei no Brasil um tempão e na busca de coisas saudáveis achei seu site, que ainda acompanho mesmo morando já em meu país…

    Outra coisa … Será que vc teria receitas para pessoas intolerantes à lactose (é meu caso), adoraria conhece-lás! Bjs

    • André says

      Oi Astrid! Tudo bem sim, e com você? Fico muito feliz em saber que tenha gostado do blog querida 😀 Que legal, tenho uma leitora colombiana hehehe. Todas as receitas do blog são sem lactose, uma vez que não utilizo nada de origem animal. Dá uma olhadinha na seção café da manhã e sobremesas, lá vai ter várias receitas que você possa se interessar 😉 Abraços!

  6. Cristiana Gonzalez says

    Oi André!
    Adorei a sua ideia de fazer almôndega de berinjela, não gosto muito dos produtos de soja também. Além disso, é um jeito bem diferente de usar esse legume. Só que eu coloquei farinha de trigo integral e achei que ficou com um gosto de farinha muito pronunciado. Fiz bolinhas pequenas como você falou e assou por uns 40 min, estava bem douradinha. Será que se eu fizer com farinha de arroz fica mais suave?

    • André says

      Oi Cristiana! Sim, é um jeito bem diferente de usar a berinjela. A farinha de trigo integral tem um sabor mais forte mesmo, é comum ela sobrepor o sabor dos demais ingredientes. Indico você utilizar a farinha de trigo branca ou de arroz, porque ambas possuem sabor mais suave. Abraços!

      • Carol says

        Olá, gostaria de saber se você acha que dá para usar o triguilho (trigo para kibe)..

        • André says

          Oi Carol! Não sei te dizer se dá pra fazer com trigo para kibe, acho que não, mas é testar pra ver. Se fizer me conta como ficou 😉 Abraços!

  7. Andreia says

    Olá, não conhecia seu blog, mas já virei fã só de ver as receitas. Quanto à berinjela, para m
    Não ficar com gosto amargo, quando estiver cortando, coloque os pedaços de molho na água com um pouco de vinagre, enquanto pica os outros ingredientes. Depois é só escorrer que o gosto amargo vai junto.

    • André says

      Oi Andreia! Que bom que você gostou do blog 😀 Sim, faço isso com frequência pra não amargar. Dá também pra usar limão no lugar do vinagre pra tirar o amargor. Obrigado pela dica 😉 Abraços!

  8. Anne Oliveira says

    Olá, André!
    Primeiro quero te parabenizar pelo site, é incrível, as fotos são lindas, as receitas são simples, saborosas, nutritivas e saudáveis. Adorei o layout da sua página, é bem clean e a maneira como você começa cada receita é ótima.
    Moro na Argentina e algumas coisas não encontro por aqui para as receitas, queria saber se posso substituir a farinha de arroz por farinha integral, ou por um outro tipo de farinha que seja mais fácil de encontrar no mercado.
    Obrigada!
    Um grande abraço e muito sucesso!

    • André says

      Oi Anne! Fico feliz em saber que você gosta do site 😀 Sim, você pode substituir a farinha de arroz pela farinha de trigo integral, ou até pela branca, vai dar certo do mesmo jeito. Espero que goste da receita querida 😉 Obrigado e abraços!

    • André says

      Oi Simara! Uau, fico feliz em saber que tenha gostado da receita 😀 De nada querida, abraços!

  9. Bia says

    Oi André.. ótimaaa receita, fiz pro almoço e amei! só alterei a farinha.. que não tinha, usei a farinha de banana verde.. acho que a diferença foi só na aparência.. as minhas ficaram um pouco mais escuras, mas saborosíssimas! Parabéns, já estou adepta ao seu blog..
    =)

    • André says

      Oi Bia! Que bom que você gostou da receita 😀 Nunca utilizei farinha de banana verde, vou tentar na próxima vez. É bem saborosa essas almôndegas né, eu adoro!!! Abraços querida!

  10. Mª Carolina says

    Qué tal André? Adorei esa receita, fim de semana que tenho folga irei fazê-la com certeza! Minha pergunta é quanto ao molho desse macarrão que parece delicioso! Quero fazer a receita do jeitinho da foto, por isso te pergunto!
    À parte, quero te felicitar pelo blog. Parabéns e obrigada por compartilhar tudo isso com a gente 🙂

    • Oi Carolina! Que bom que você gostou da receita. O molho eu fiz bem no olhômetro hahaha, não tem medidas exatas, mas utilizei tofu, tomate seco, sal e azeite de oliva, coloquei tudo no liquidificador e triturei, ficou uma delícia. Obrigado e abraços!

  11. Alessandra says

    Olá, André. Me apaixonei pela receita. Como não tinha farinha de arroz, substitui pela farinha de trigo branca e deu super certo! Ah, também usei o liquidificador, pois não tenho processador aqui em casa. O truque realmente é parar e mexer de vez em quando para a mistura ficar bem homogênea.

    Estou diminuindo o consumo de carne e seu blog tem me ajudado muito com as sugestões de receitas. 🙂 Parabéns!!

    • Oi Alessandra! Fico feliz em saber que tenha gostado da receita. Bom saber que dá certo também com a farinha de trigo. Que bom que deu pra fazer no liquidificador. Legal essa sua iniciativa de diminuir o consumo de carne, espero que meu blog continue te ajudando. De nada e abraços!

  12. Vanessa Antero says

    Olá, André! Eu queria saber a receita desse Penne! Nossa! Tá com uma cara muito boa. Eu procurei no site, mas não encontrei. Obrigada! Amei este site, continue postando estas receitas divinas! Bjss

    • Oi Vanessa! Esse penne eu comprei, não sei se dá pra fazer em casa. É da marca Tivva, é possível encontrar em lojas de produtos naturais. É mais carinho que o tradicional, mas pra quem é celíaco ou quer variar de vez em quando para uma versão sem glúten é ótimo. Fico feliz em saber que você está gostando do blog 😉 Abraços!

      • Vanessa Antero says

        Muito obrigada, André! Vou procurar aqui onde moro. Sucesso! =)

  13. Carol Carvalho says

    Olá André, acompanho suas receitas há um tempo e adoro todas elas! 🙂 Pergunta: quero fazer essa receita agora porém, só tenho farinha de trigo =/ pode ser? outra coisa é que não tenho processador em casa e faço sempre no liquidificador.. aos poucos, rezando, com muita paciencia … rs. A torta de palmito deu certo mas essa não sei se vai rolar.. será?

    • Oi Carol! Ai que bom que você gosta das minhas receitas! 😉 Sim pode utilizar a farinha de trigo sem problema. Uma leitora me disse que tentou fazer no liquidificador e deu super certo, é aquela história né, ter paciência de parar de vez enquanto e mexer com a colher. Mas dá pra fazer sim. Abraços!

  14. Maíra says

    Oi André! Obrigada pela receita! Não tenho farinha de arroz, posso utilizar fécula ou farinha de grão de bico no lugar? Abraço!!!

    • Oi Maíra! De nada 😉 Você pode utilizar a farinha de grão de bico no lugar, a fécula não indico porque a mistura irá ficar grudenta, mas dá pra usar a farinha de grão de bico. Abraços!

  15. Patrícia Santos says

    Olá!!! Adorei meu almoço de fum de semana, mas como sempre tenho umas perguntinhas. Será que dá para congelar??? E se sim, crua ou assada??? Outra coisa, posso cozinhar ela no molho de tomate ao invéz de assar??? Mais uma vez obrigada

    • Oi Patrícia! Dá pra congelar sem problema, e pode ser crua ou assada, o que preferir. Não sei se dá pra cozinhar no molho de tomate, nunca fiz então não posso te dizer. Acredito que não porque a almôndega é bem frágil, já que não tem o glúten que mantém a massa unida e firme. Mas é testar pra ver 😉 De nada e abraços!

  16. Juliane says

    Olá! Vc assa a berinjela com casca??
    E será que dá para cozinhar a berinjela em vez de assar?? Porque com o valor da conta luz, estou usando o forno (que é elétrico) o mínimo possível! rsrs

    • Oi Juliane! Sim, eu asso a berinjela com casca, mas se você preferir pode tirar. O certo seria assar para assim irá secar um pouco a berinjela, ai não é preciso usar muita farinha de arroz para poder moldar as bolinhas de almôndegas sem grudar. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *