Lanches, Pratos principais, Receitas, Sem glúten
comentários 51

Torta de palmito

Depois de quatro dias morando na minha casa nova aqui em São Paulo tive um tempinho para cozinhar. Demorei mais que o habitual para fazer essa torta porque ainda não estou acostumado ao novo layout da cozinha. Ficava andando pra lá e pra cá que nem uma barata tonta procurando as coisas hahahaha. Mas no final das contas valeu a pena, a torta ficou espetacular. E o melhor de tudo, ela é todinha minha hahaha. Tá ai uma vantagem de morar sozinho hahaha, que egoísmo né.

É praticamente impossível comer um pedaço só dessa torta. É leve, saborosa, tem pouca gordura, massa nutritiva, sem glúten, sem lactose e claro, muito, mas muito fácil de fazer. A receita é diferente das tradicionais, mas não se intimide, garanto que você vai adorar e até repetir. Digo que é diferente porque a massa não leva farinha de trigo, mas grão de bico. Isso mesmo, grão de bico!

Algum tempo atrás vi no programa Bela Cozinha um empadão de palmito que ela fez trocando a farinha de trigo por grão de bico cozido. Achei a ideia sensacional, além de ser sem glúten e bem mais nutritiva, a massa fica muito saborosa. Ela fica um pouco quebradiça porque não tem glúten, mas eu gostei bastante disso. A consistência ficou bem parecida com a massa podre, que aliás, eu nunca consegui fazer com a farinha de trigo.

Ingredientes

Para a massa utilizei só grão de bico cozido, óleo vegetal e sal. Já para a cobertura foi palmito, azeitonas e tomates uva. E para temperar, cebola, alho e orégano. Todos são ingredientes fáceis de serem encontrados, mas você pode muito bem adaptar para o ser paladar sem problema algum.

Outro ingrediente utilizado, que faz toda a diferença no resultado final é a fécula de mandioca, que pode ser substituída por amido de milho ou araruta se você não encontrar. Ela é responsável por deixar o recheio mais cremoso e úmido sem alterar o sabor. A fécula de mandioca pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e é bem barata.

Triturador

Massa da torta

Colocando os tomates

Torta

Torta de palmito vegana

SABOROSA
SEM GLÚTEN
MASSA NUTRITIVA
SEM LACTOSE/VEGANA

INGREDIENTES:

Para a massa:
2 xícaras de grão de bico cozido
2 colheres de sopa de óleo vegetal
1 colher de chá de sal

Para a cobertura:
2 vidros de palmito em conserva
1/4 xícara de azeitonas picadas
1 cebola grande picada
2 dentes de alho picados (opcional)
2 colheres de sopa de óleo vegetal
1 colher de sopa de fécula de mandioca, amido de milho ou araruta (opcional – serve para deixar o recheio cremoso)
2 colheres de chá de orégano
Tomates cereja ou uva a gosto

COMO FAZER:
1- Comece preaquecendo o forno a 200 °C;
2- Em um processador coloque todos os ingredientes da massa. Triture tudo até formar uma pasta grossa e homogênea. Se necessário, acrescente um pouco de água para ajudar o processador a triturar, cerca de 1/4 de xícara;
3- Unte uma fôrma (usei uma com 25cm de diâmetro) com óleo vegetal e transfira a massa. Forre todo o fundo e a lateral;
4- Leve ao forno por 10 minutos a 200 °C;
5- Enquanto a massa estiver assando, prepare a cobertura. Em uma frigideira ou panela grande refogue a cebola no óleo até ficar translúcida;
6- Acrescente os dentes de alho e deixe refogar por cerca de um minuto;
7- Adicione o palmito picado, o orégano e as azeitonas, misture tudo;
8- Dilua a fécula de mandioca com duas cores de sopa de água. Adicione na cobertura mexendo sem parar até a mistura ficar cremosa;
9- Desligue o fogo e transfira a cobertura para a torta. Espalhe sobre a massa e finalize colocando os tomates cortados ao meio por cima;
10- Leve ao forno por cerca de 20 minutos a 200 °C ou até as bordas da massa ficarem douradas e os tomates murcharem.

BOM APETITE!

———————————————————————————

Essa receita foi criada especialmente para o projeto Pitadas de Sabor da loja de decoração e design Westwing. Na página do projeto está descrito sua filosofia que me encanta, e que acredito muito: “Cozinhar é muito mais do que combinar alimentos em uma panela. O ato de fazer uma refeição significa depositar todas as suas energias em um prato especial. Por isso, dizem que o ingrediente secreto das melhores receitas é o amor.”

A receita da torta de palmito, com algumas fotos exclusivas, está na seção Receitas Práticas. Por lá você encontra outras receitas deliciosas, vale a pena o clique.

Acesse:
O site da WESTWING.
O projeto Pitadas de Sabor.
A página de Receitas Práticas.
A página da receita da Torta de palmito.

Agradeço a Westwing por ter entrado em contato e oferecido essa oportunidade de fazer parte deste projeto inspirador.

  1. Luzia says

    Eu não entendi bem o recheio… só 2 colheres de água com fécula dá pra envolver todo recheio?

    • André says

      Oi Luzia! Sim, só 1 colher de sopa de fécula misturada com um pouco de água para dar um pouco de cremosidade ao recheio. Não é um creme que vai envolver todo o recheio, é só para dar liga e deixar mais úmido e cremoso. Abraços!

  2. Carolina says

    Usei o grão de bico em conserva, a massa ficou meio mole colocando água, que fiz de errado?!RS
    Obrigada pela receita e pela atenção!

    • André says

      Oi Carolina! A quantidade de água necessária para a massa depende da umidade do grão de mais líquido. Pode ser que você colocou água demais, por isso a massa ficou mole. De nada e abraços!

  3. Sueli says

    Oi Bom dia.
    Gostaria de saber o rendimento. Vou fazer um almoço para cinco pessoas e duas crianças (10 anos e 8 anos) vc acha que dá para todos?

    • André says

      Oi Sueli! Essa torta rende 8 pedaços. Depende, se a torta for servida como acompanhamento dá tranquilo um pedaço pra cada um. Abraços!

  4. André, que maravilha essa torta! Adoro palmito e achei muito interessante a massa feita com o grão-de-bico. Farei com certeza. Bom fim de semana! =)

    • André says

      Oi Elaine! Fica muito boa essa torta, espero que goste 😉 Abraços!

  5. Tatiana says

    Vi que vc disse que é possível congelar a torta. O ideal é fazer isso antes ou depois de assá-la?

    • André says

      Oi Girlene! Eu nunca tentei fazer com o liquidificador. Mas acho que seria bem difícil de fazer com ele, você teria que parar de triturar várias vezes para raspar a lateral. Fora que o resultado pode não ser tão bom. Indico usar um processador mesmo. Abraços!

  6. Emma says

    Olá André! Gostei muito do blog.
    Vou fazer essa torta pras minhas colegas de trabalho que são veganas e intolerantes a gluten!
    Moro nos EUA e as pessoas aqui não tem o costume de adicionar palmito as receitas ( mesmo sendo muito facil de encontrar) então irei disseminar as ideias! 🙂

    • André says

      Oi Emma! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Espero que elas gostem. Sério que é fácil encontrar palmito aí? Nossa, eu achei que era difícil. Colocar palmito em receitas é cultural do Brasil, é um ingrediente bem nacional. Dissemine a brasilidade aí, por favor hahaha. Abraços!

    • André says

      Oi Thayane! É normal desmanchar um pouco a massa. Para evitar isso você pode adicionar 1 ou 2 colheres de sopa de farinha de linhaça quando for bater o grão de bico, para dar liga e estrutura à massa. Espero que isso resolva 😉 Abraços!

  7. Ariane says

    Olá André parabéns pelo site maravilhoso, suas receitas são incríveis e muito práticas, já li todas rss quero fazer todas elas agora. Estou fazendo pela segunda vez essa torta mas a massa não fica firme, espalhei bem ficou bem fininha, não ficou mole a massa, furei ela com o garfo, mas se deixo 10 minutos ela não endurece, já está a 40 minutos no forno e relo nela ela ainda está macia. Da última vez deixei 20 minutos e recheei ai não deu certo pq a massa ficou mole pra cortar. Não consigo entender essa diferença de 10 minutos pra 40 do meu o que vc acha que pode ser? Obs: forno pre aquecido a 200 graus e ele é bom assa rápido as receitas em geral. Desculpa pelo comentário longo. Mais uma vez quero falar que admiro muito seu trabalho e que amo o tempero alternativo, mil parabéns, obrigada!!!

    • André says

      Oi Ariane! Fico feliz em saber que tenha gostado do site e das receitas 😀 espero que goste. Difícil dizer porque está demorando tanto para assar, quem sabe o grão de bico está muito úmido. Tenta drenar o máximo possível da água antes de triturar. Pra deixar mais firme, você pode adicionar 1 ou 2 colheres de sopa de farinha de linhaça pra dar mais liga e estrutura à massa, talvez isso ajude. Que isso, espero que eu tenha te ajudado. Obrigado e abraços!

      • Ariane says

        Obrigada André levei na ceia de natal junto com o assado de lentilha e ambis foram um sucesso, grata por vc existir rss

        • André says

          Oi Ariane! Uau, fico feliz em saber que a torta de palmito e assado de lentilha foram um sucesso na ceia 😀 Abraços!

  8. Tânia says

    André,
    Fiz a torta e toda minha família adorou! Obrigada!
    Adorei o blog, vou visitar sempre. Abraços

    • André says

      Oi Tânia! Fico feliz em saber que sua família adorou a torta 😀 De nada! Espero que goste das outras receitas também. Abraços!

  9. Telma Stracieri Janchevis says

    André, adorei todo o conteúdo. Quero fazer tudo rsrs Você pode me indicar um processador de alimentos bom? Qual vc usa? Muito obrigada!!!

    • André says

      Oi Telma! Que bom que você gostou dos posts, fico feliz em saber 😀 Eu uso o processador da Arno, esse aqui > http://www.chicorep.com.br/chico/Site/detalhesProduto/2714 Eu gosto bastante dessa marca, indico você comprar um com potência de 700 watts, que nem o meu, ou superior. O liquidificador desse kit eu não gosto muito, mas o processador é ótimo! De nada e abraços!

  10. carol says

    Obrigada por dispor a sua receita. .. parece ótima… irei fazer no final de semana…

    • André says

      Oi Carol! De nada querida. Espero que goste da receita 😉 Abraços!

    • André says

      Oi Rachel! Espero que goste da receita 😉 Que bom que você gostou das fotos. Abraços!

  11. André Cabral says

    Olá André, acabei de experimentar essa receita e o sabor ficou excelente.
    No entanto tive dificuldades em entender se a medida do grão-de-bico é deste já cozido ou ainda cru. Fiz supondo que fosse a medida do grão cru, mas a quantidade final de massa ficou acima do necessário para preencher a forma (utilizei uma de mesmo diâmetro que a sua) e ao final do preparo a impressão foi de que a massa não assou direito na base, ficando muito quebradiça, a ponto de não ser possível retirar uma fatia sem despedaça-la. Mas eu acho que em geral este é um ponto comum no preparo de receitas que não integram trigo.
    Tentarei refazer a receita utilizando uma forma de metal com fundo falso e depois posto aqui o resultado.

    Adorei seu blog, visitarei sempre 😉

    • André says

      Oi André! Que bom que você gostou da receita, eu adoro essa torta. A medida do grão de bico é cozido, está escrito nos ingredientes da receita, não sei se você viu. Por isso que deve ter dado muita massa, acima do necessário. Naturalmente e massa é mais quebradiça porque não tem o glúten do trigo nessa receita, mas era pra ser possível tirar da fôrma sem se despedaçar. Talvez a massa não tenha assado o suficiente para formar uma crosta para mantê-la unida. Usar uma fôrma com fundo falso pode ajudar sim, me avisa se der certo 😉 Abraços!

  12. Ana Paula says

    André, fiz e sumiu rapidamente, ficou maravilhosa, vou testar com cogumelos

    • Oi Ana! Que bom que você fez e gostou, adoro quando as coisas somem rapidamente hahahaha. Significa que estava muito bom. Com cogumelos deve ficar espetacular. Abraços!

  13. Tonha says

    André, querido! Utilizei uma chia demolhada junto ao palmito e aquele gelzinho deu liga!
    Como sempre, suas receitas são certeiras e apetitosas, Um beijo!

    • Oi Tonha! Que boa ideia colocar chia demolhada para dar liga ao recheio, vou fazer isso numa próxima receita. Obrigado pela dica 😉 e fico feliz em saber que minhas receitas são certeiras e apetitosas. Beijos e abraços!

  14. Isabel Carpes Napoli says

    fiz e ficou incrível! só que usei leite de coco e agar agar pra dar cremosidade ao recheio

  15. Lisia Orlandini says

    Oi André

    Sem querer abusar, sabe o que seria melhor ainda??
    Se tu conseguisses informar, além das medidas em volume ou unidades, o peso dos ingredientes que utilizas. Tu tens uma balança digital simples dessas de cozinha?

    A xícara padrão, por exemplo, é de 240 mL (ao menos em todos os medidores que eu tenho em casa), mas já vi 250 mL também. Só lendo alguns comentários aqui no teu blog que eu descobri que a tua xícara padrão é de 200 mL.

    Mesma coisa para legumes. Se conseguires informar o peso junto com a quantidade, ajudaria muito as pessoas menos experientes na cozinha (eu, no caso!!), que não tem o olho tão treinado. Seria perfeito se ao lado da informação “4 cenouras”, por exemplo, estivesse um XXX gramas.

    Não é preguiça nem falta de vontade, tá? É falta de prática mesmo, e com a balança eu me sinto mais confiante. Talvez outras pessoas também!! 😉

    Por exemplo: http://deliciouslyella.com/pea-spinach-pesto-pasta/

    Amei o teu blog. Estou apaixonada pelas receitas e quero fazer absolutamente tudo!!

    Bjs e obrigada!

    • Oi Lisia! Primeiramente, fico muito feliz em saber que você está apaixonada pelas receitas hehehe. A respeito da sua sugestão, penso sim em colocar as medidas em peso também, acho válido essa informação. Mas ainda não comprei a balança digital. Eu utilizava a xícara de chá 200ml, que é a padrão segundo a Anvisa. Mas como muitos tem a de 240ml, como a sua, acabei mudando e utilizando essa. Mas não muda muito se utilizar a de 200 ou 240ml. Vou colocar essas informações o mais breve possível. Obrigado pela sua sugestão 😉 Abraços!

  16. Joana Groetaers says

    Só de olhar as fotos já deu água na boca. Pretendo fazer esse final de semana 😋

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *