Pratos principais, Receitas, Sem glúten
comentários 12

FILME: Como água para chocolate /// RECEITA: Pimentões recheados

A receita de hoje é inspirada no filme “Como água para chocolate” (1992) do diretor Alfonso Arau. Até agora, depois de ter assistido a mais de um mês, não entendi o nome do filme, mas enfim. Sou assinante do Netflix e sempre que acessava o site aparecia esse filme no top das recomendações para mim. De tanto o Netflix insistir em recomendar esse filme decidi assistir. Uma palavra resume ele: sensacional!

Se você é assinante, recomendo assisti-lo. É um pouco longo, mas você nem vai perceber. Ah, e é um pouco velhinho, mas isso não desmerece essa obra. É um filme mexicano bem diferente dos hollywoodianos, pra quem gosta de um bom drama e romance não pode deixar de assistir.

Cartaz

O filme narra a história de Tita, que nasceu na cozinha da família enquanto sua mãe cortava cebolas. Ao crescer, ela se apaixona por Pedro que deseja se casar com ela. Porém, Tita é vítima de uma tradição local dos tempos coloniais, que diz que a filha mais nova não pode se casar para cuidar da mãe até sua morte. Assim, sua mãe sugere que Pedro se case com a irmã mais velha de Tita. Ele aceita para poder ficar mais perto de sua verdadeira paixão, Tita.

Pra quem é amante de culinária assim como eu, vai amar esse filme. Cuja maior parte se passa na cozinha, já a primeira cena é nela. O mais interessante da história é que Tita tem poderes especiais na cozinha. Ela transmite todas as emoções que sente enquanto prepara a comida para as pessoas que comem seus quitutes. Enquanto preparava o bolo de casamento de sua irmã e Pedro, triste por perder seu amor, ela sem querer derrubou lágrimas na massa e assim fez todos chorarem no casamento.

1

Tita e Pedro

Entre vários pratos que aparecem no filme, o que mais me chamou atenção foram os pimentões recheados servidos no casamento, que despertou o desejo sexual dos convidados. A apresentação era maravilhosa, eles estavam cobertos com um molho branco e decorados com sementes de romã e salsinha. Uma combinação linda das cores branca, verde e vermelha. Curioso como sou, pesquisei na internet sobre esse prato e descobri que o nome dessa iguaria é “chiles en nogada”.

É um prato típico da culinária mexicana pouco conhecido fora do México. Se traduzido, chiles en nogada significa pimentão ao molho de nozes. Se trata de pimentões assados e recheados com carne de porco e frutas, cobertos por molho de nozes e decorados com sementes de romã e salsinha. O mais interessante desse prato, é que ele representa a independência do México. Por isso ele tem as três cores da bandeira mexicana, o verde (no pimentão e na salsinha), o branco (no molho de nozes) e o vermelho (nas sementes de romã).

No filme em algumas cenas é mostrado um pouco da preparação:

2

Descascando as nozes

3

Assando os pimentões na brasa

4

Tirando as sementes da romã

Além de eu ter adaptado o chiles en nogada para uma versão vegetariana, trocando a carne de porco por lentilhas, essa versão é bem mais simples e prática. Só pra você ter uma ideia, a original tem mais de 20 ingredientes! E para ficar com um visual mais parecido com o do filme, comprei romã e decorei com as sementes.

Essa foi a primeira vez que experimentei. Resultado? A-do-rei. Porque eu nunca tinha comida antes? Ah, já sei! É muito caro! PQP! Paguei R$ 6,00 por apenas uma única romã. Mas quer saber, valeu a pena essa experiência, é muito gostosa. Se você não gosta ou não encontra a romã para comprar, não precisa usar. E olha só o que encontrei escrito no adesivo colado na fruta:

Romã para homens:
– Afrodisíaco (pode não resolver, mas ajuda)
– Previne o câncer de próstata (rica em antocianinas)

Acabei rindo sozinho no corredor do supermercado quando li “pode não resolver, mas ajuda” hahahaha.

Romã

Pimentões e romã

Fazer esses pimentões recheados é bem simples. O primeiro passo é assá-los um pouco até murcharem, assim fica mais fácil de cortar, tirar as sementes e rechearem. Enquanto ficaram assando preparei o recheio, que foi bem simples, cozinhei as lentilhas e temperei com cebola, alho, tomilho e sal. Adicionei também um tomate picado em cubos. Depois de retirar os pimentões do forno, cortei, recheei eles e coloquei de volta no forno por mais alguns minutos.

Utilizei pimentões verdes para ficar igual do filme, mas você pode usar o amarelo ou o vermelho. Não sou muito de utilizar pimentões porque como todo mundo sabe, eles sãos os primeiros da lista de alimentos com mais agrotóxicos. Então sugiro você comprar orgânicos, demorou para eu fazer essa receita, porque demorei para encontrar pimentões orgânicos nesse fim de mundo onde moro.

Pimentões assados e cortados

Ingredientes do recheio

Criei um molho diferente da receita original, essa é uma versão bem mais simples e nutritiva. Misturei no liquidificador castanha de caju de molho por no mínimo 15 minutos em água quente, nozes, sal e pimenta do reino em pó. Ficou super cremoso e gostoso.

Ingredientes do creme

Esse pimentão recheado é bem simples de fazer, mas requer certo tempo e organização na cozinha enquanto prepara. Segundo a Tita no filme “o segredo é fazê-los com muito amor” para ficar delicioso. Pode ser servido acompanhado de arroz, mas vamos e convenhamos, ele sozinho cai muito bem. E é o suficiente para satisfazer, comi só um e já estava com a barriga cheia.

Você pode muito bem criar sua própria versão de pimentão recheado, no lugar da lentilha pode usar quinoa, feijão, grão de bico, tofu, arroz temperado, enfim, use sua criatividade e o que tiver disponível na cozinha. Da até pra rechear com sobras do almoço por exemplo. Mas essa versão com lentilhas ficou divina, e olha só o visual. Deu até dó na hora de comer hahahaha.

Pimentões

Pimentões recheados

Tirei um montão de fotos de tão bonito que ficou. Esse pimentão é muito fotogênico hahahaha.

Pimentão cortado

Pimentões recheados com lentilha

MACIO
VEGANO
SABOROSO
RICO EM PROTEÍNAS
MOLHO CREMOSO

INGREDIENTES:

Para o recheio:
3/4 xíc. de lentilha crua
1 tomate cortado em cubos (com sementes e casca)
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
Tomilho a gosto (opcional)
Sal a gosto

Para o molho:
1/2 xíc. de castanha de caju de molho por no mínimo 15 minutos em água quente
1/2 xíc. de nozes
1 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de pimenta do reino em pó

Para a montagem:
3 pimentões grandes
1 romã (opcional)
Salsinha a gosto

COMO FAZER:
1- Lave bem os pimentões e seque-os com um pano. Coloque em uma travessa e leve ao forno a 200 °C até murcharem, isso demora em média de 10 minutos com o forno já preaquecido;
2- Enquanto assam, prepare o recheio. Coloque a lentilha numa panela e cubra com água, adicione o sal, a cebola, o alho e o tomilho. Cozinhe até ficarem macias. Retire o excesso de água e adicione o tomate cortado, mexa sem parar em fogo baixo. Cuidado para não deixar queimar. Quando os tomates se desmancharem desligue o fogo e reserve o recheio;
3- Retire os pimentões do forno e deixe amornarem. Corte eles como na foto ou no topo, retire as sementes e coloque o recheio. Não encha demais senão ficará difícil para fechar e ele irá vazar;
4- Coloque-os de volta no forno por mais uns 10 minutos;
5- Enquanto assam com o recheio, prepare o molho. Coloque todos os ingredientes no liquidificador com um pouco de água, mais ou menos 100 ml. Triture tudo até ficar bem homogêneo. Experimente e ajuste os temperos se necessário;
6- Retire os pimentões do forno e cubram com o molho. Finalize com as sementes de romã (opcional) e salsinha a gosto.

Tenha um bom apetite e um ótimo filme!
ATÉ A PRÓXIMA SEÇÃO!

  1. Simone says

    André, muito bacana o teu blog.
    Sobre o título do filme e do livro: na época em que o filme passou no cinema (sou velhinha, eu vi no cinema…), assisti a uma entrevista dos protagonistas e eles explicaram. É que no México existe uma receita tradicional de chocolate feito com água, e a água deve estar beeem quente. Por isso. A história de amor é quente como deve ser a água para fazer o chocolate. Essa é a explicação.
    Super recomendo o filme e o livro também.

    • André says

      Oi Simone! Que bom que você gostou do blog 😀 Nossa que interessante, não sabia que o nome do filme vinha dessa história, que legal. Obrigado por compartilhar essa informação 😉 Abraços!

  2. Luisa says

    Oi André,

    Muito obrigada por colocar uma receita de pimentão recheado sem carne, minha mãe sempre faz aqui em casa com carne moída, mas sempre me perguntei como faria sem a carne. Espero que quando eu fizer dê certo.

    Abraços

    Luisa

    • André says

      Oi Luisa! Pois é, geralmente é recheado com carne, mas esse com lentilha é maravilhoso. Eu particularmente adoro. Espero que goste 😉 Abraços!

  3. Magda Ribeiro says

    Allo!!
    O filme é realizado com base no livro com o mesmo título escrito por Laura Esquível. Eu li primeiro o livro e só uns anos depois vi o filme (pois nem sabia da existência do filme), há coisas que de facto só vendo o filme, uma pessoa fica sem perceber algumas partes.
    Atenção, este livro quando, se começa a ler, não se consegue parar!!
    Já li este livro duas vezes, é simplesmente delicioso!!
    A receita que para aqui transporta é muito apetecível sim, e dá vontade de pegar em tudo na cozinha e começar a fazer! Então com a sugestão das lentilhas.. humm!!
    Muito obrigada!

    • André says

      Oi Madga! Eu já cheguei a ver o livro, mas não comprei. Deve ser bom mesmo, a ver pelo filme que é ótimo! Esses pimentões recheados com lentilha são maravilhosos, espero que goste 😉 De nada querida. Abraços!

  4. Márcio José Pedroso Dias says

    André,Olá.
    Existem um termo em inglês que não sei se existe em português chamado “Guilty Pleasures”.
    Pimentão é o meu. Sei que me faz mal, vou ficar 2 dias com azia, mas …..
    Acabei de assistir o filme. Ainda maravilhado.
    Parabéns pelo blog e pela receita.

    • Oi Márcio! Que pena que o pimentão faz mal pra você, mas as vezes vale a pena o sofrimento né hahaha. Que bom que gostou do filme. Obrigado e abraços!

  5. Maria Fernanda Campos Pauli says

    Uau! To impressionada com a qualidade das suas fotografias! Andei olhando várias receitas e to boquiaberta! Parabéns!

  6. Gabriela says

    Engraçado, aqui em casa um dos pratos mais “típicos” é o pimentão recheado – mas com carne moída e, coincidentemente, vai ser o prato de amanhã! Desde que virei veg nunca mais comi isso (óbvio) e jamais tinha passado pela minha cabeça rechear com lentinha! Almoço de amanhã garantido hahaha

    • Oi Gabriela! Pois é, da pra veganizar o pimentão recheado sem dificuldades. E existem várias opções de recheio, e lentilha fica muito bom. Bom almoço e abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *