Como, Entradas e acompanhamentos, Lanches, Receitas, Sem glúten
comentários 47

Como aproveitar a abóbora por inteira (3 receitas)

O outono ainda não chegou, mas as abóboras na horta da minha avó já começaram a dar as caras. Agora aqui em casa tem abóbora de vez em quando no almoço, às vezes quem vai pra mesa é a abóbora paulista e em outras é abóbora seca. Existem várias espécies como a moranga, italiana, japonesa e de pescoço, sendo que a época de colheita é de março a outubro. Com uma única abóbora orgânica é possível fazer três receitas salgadas diferentes e aproveitar toda a abóbora, sem desperdiçar nada!

Embora soe estranho, pode-se consumir toda a abóbora sim, até mesmo a casca se ela não tiver agrotóxicos. Por esse motivo falei em abóbora orgânica, eu sei que alimentos sem agrotóxicos são mais caros que os demais, mas vale a pena comprá-los porque você pode consumir todo ele. Existem diversas vantagens em comprar ou plantar orgânicos, sem agrotóxico quer dizer que é possível consumir todo o alimento sem desperdício algum. A casca que normalmente seria descartada por causa do veneno que contém, pode neste caso ser consumida. E é nas cascas que a maior parte dos nutrientes estão presentes, bom para sua saúde e do meio-ambiente.

Tipos de abóbora

Descascando a abóbora

Não importa qual é a espécie de abóbora que estiver usado, com todas elas é possível fazer um chips crocante com a casca. Um salgadinho natural por assim dizer, rico em betacaroteno e fibras. Já as sementes podem ser assadas e virarem ótimos petiscos ricos em ferro, zinco, magnésio e ômega 3. É uma pena que muitos jogam fora as cascas e sementes, pois são elas as partes mais nutritivas da abóbora, isso sem contar que são muito saborosas.

Já a parte laranja, que é a mais consumida da abóbora, pode ser utilizada tanto para receitas doces quanto para salgadas. Eu particularmente gosto de fazer um purê temperado com cebola, cebolinha e alho, mas também da pra fazer uma sopa deliciosa. Em receitas doces é possível fazer geleia de abóbora ou a tradicional receita mineira de doce de abóbora com coco. Opções de receitas é o que não faltam quando se tem uma abóbora em casa, difícil mesmo é escolher qual fazer.

Cascas e sementes

3 opções

CHIPS DE CASCA DE ABÓBORA

Crocantes, saudáveis e saborosas. As melhores cascas de abóboras para se fazer chips são as das variedades claras, amareladas, alaranjadas e rajadas, como a abóbora paulista, seca, japonesa e de pescoço. Basta tempera-las a gosto com sal e outras especiarias, regar um pouco de óleo e assar no forno. Fica uma delícia temperada com curry. Quanto mais casca tiver melhor, porque elas irão encolher ao assar e você vai querer ter muito mais pra comer, risos.

Chips de casca

Chips de casca de abóbora

INGREDIENTES:
Casca de abóbora
Curry a gosto
Óleo vegetal
Sal a gosto

COMO FAZER:
1- Retire o excesso de água das cascas, caso estejam muito úmidas, utilizando um pano seco. Envolva as cascas com um papel toalha e pressione;
2- Coloque as cascas numa fôrma e tempere a gosto com sal e curry. Adicione um pouco de óleo e misture tudo;
3- Coloque para assar por uns 20 minutos a 180 °C, ou o suficiente para elas ficarem crocantes. O ideal é sempre ficar de olho porque as cascas queimam facilmente.

NOTA: Nem todas as cascas irão ficar crocantes porque isso varia de acordo com a espessura do corte. Cascas mais fina ficam sequinhas e crocantes mais rápidas do que as mais grossas, então algumas não irão ficar crocantes, já como é difícil manter um padrão na hora de descascar a abóbora.

PURÊ DE ABÓBORA

Mesmo aqueles que não possuem muita afinidade com a abóbora precisam experimentar esse purê. A receita e os ingredientes são bem simples, mas vai fazer você querer repetir. Quando não estou a fim de experimentar receitas novas com a abóbora faço esse purê, não tem erro. Serve para acompanhar diversos pratos, tanto no almoço quanto na janta. E a cremosidade da abóbora torna esse purê irresistível. Utilizei somente metade da abóbora, mas pode ser feito com ela inteira.

Ingredientes do purê

Purê de abóbora

INGREDIENTES:
½ abóbora (sem casca e sem semente)
3 dentes de alho
1 cebola grande
Cebolinha a gosto
Sal a gosto

COMO FAZER:
1- Corte a abóbora em cubinhos e cozinhe até ficar macia. DICA: Tampe a panela para cozinhar mais rápido e economizar gás;
2- Corte em pedaços pequenos o alho, a cebola e a cebolinha;
3- Numa panela aqueça um pouco de óleo vegetal e adicione a cebola. Quando estiver dourada, acrescente o alho e a cebolinha. Mexa por mais ou menos 1 minuto e adicione a abóbora. Misture bem e tempere com sal a gosto. Tenha um bom apetite!

SEMENTES ASSADAS

Essas sementes não duraram muito tempo depois que ficaram prontas, realmente foi uma surpresa pra mim, não imaginava que poderiam ficar tão gostosas assadas. É uma pena que tinha poucas, risos. O primeiro passo foi separar as sementes das fibras que envolve, descobri na internet um jeito fácil de fazer isso, é só colocar num recipiente com água e mexer elas, a maioria delas se separam facilmente. Depois sequei, adicionei sal, óleo e assei no forno. Simples, crocante e saboroso. Pode ser consumido como petisco ou por cima de saladas e tortas.

Separação semente e fibra

sementes assadas

INGREDIENTES:
Sementes de abóbora
Óleo vegetal
Sal a gosto

COMO FAZER:
1- Ao retirar o miolo da abóbora onde contêm as sementes, não importa qual é a espécie de abóbora que estiver usando, elas sempre virão grudadas nas fibras (aqueles fiozinhos). Para separar, coloque o miolo num recipiente com água, mexa e retire as sementes que começarem a se desgrudar;
2- Depois de separar tudo seque as sementes envolvendo-as num papel toalha e pressionando;
3- Coloque-as numa fôrma ou travessa, tempere com sal a gosto e regue com um pouco de óleo vegetal;
4- Misture tudo e coloque para assar por uns 20 minutos a 180 °C ou até ficarem douradas e crocantes.

BOM APETITE!

  1. Jessica Gomes says

    Gostei muito de seu blog. Sempre vou usar suas receitinhas, temos uma hortinha orgânica. Muitas abóboras ♡

    • André says

      Oi Jessica! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog 😀 Que delícia horta orgânica. Dá pra aproveitar tudinho com alimentos orgânicos, sem desperdício. Espero que goste das receitas 😉 Abraços!

  2. Sandra says

    Oi, gostaria de uma receita aproveitando as fibras que ficam envoltas nas sementes.

    • André says

      Oi Sandra! Você pode bater as fibras no liquidificador juntamente com a polpa da abóbora pra fazer sopa por exemplo. Além desta opção, não sei muito como aproveitar as fibras. Abraços!

  3. Gisele says

    André! Tudo bem? Bom demais todas essas formas de utilização da abóbora! Sobre as sementes, você já fez leite? Abraço grande!

    • André says

      Oi Gisele! Tudo bem sim, e com você? Nunca cheguei a fazer leite com as sementes , mas sei que dá pra aproveitar dessa forma também. Só não tive essa experiência ainda. Abraços!

  4. Marisa Soares says

    Adoro seu blog e achei seu livro perfeito, pena que já está todo manchado, ele vive na bancada da cozinha. Costumo fazer esse purê baiano com leite de coco e coentro ou mineiro com salsa e cebolinha. Os dois ficam deliciosos!

    • André says

      Oi Marisa! Fico feliz em saber que tenha gostado do blog e do livro 😀 Que pena que já está manchado, mas por um lado é bom, ele está sendo usado né hehehe. Nossa, deve ficar uma delícia mesmo. Nunca tinha ouvido falar desse purê baiano com leite de coco e coentro. Obrigado pela dica querida 😉 Abraços!

  5. maria do socorro Alves dos santos says

    eu tenho muitas abóboras sem agrotóxicos, agora vou usa toda obrigado pela dica ,eu desperdiçava a casca a sementes.

    • André says

      Oi Maria! Nossa que delícia abóboras sem agrotóxicos. Dá para usar ela todinha, sem desperdício. Espero que goste das receitas 😉 Abraços!

  6. Oi, adorei suas dicas. Minha abóbora nasceu no meu jardim sem agrotóxico e foi a única.
    Vou continuar plantando as sementes. obrogada

    • André says

      Oi Mary! Que bom que você gostou das dicas 😀 Tomara que nascem mais outras, melhor coisa poder plantar em casa longe de agrotóxicos. Abraços!

  7. Nahyara Porto says

    Fantástico! Curso Nutrição e hoje na aula prática ganhei uma abóbora de pescoço, nunca tinha cozinhado esse alimento e suas receitas me salvaram! Amei muito, o purê ficou uma delícia, as sementes muito crocantes e a casca eu esqueci no forno e não deu muito certo hahaha mas foi sucesso na aula e em casa vai ser também, tenho certeza!
    Parabéns pelo site, é lindo, amei as fotos e já está favoritado com muito gosto ❤❤

    • André says

      Oi Nahyara! Uau, fico feliz em saber que minhas receitas te ajudaram 😀 Que bom que você gostou e que foi sucesso na aula. Obrigado pelos elogios querida. Abraços!

  8. Meimey says

    Olá boa noite André, gosto de abóbora refogada bem sequinha e adocicada, mas não sei qual o tipo de abóbora atende minha preferência. Sou do RJ, sempre que compro ela está aguada e com fiapos. Sabe que abóbora devo comprar? Parabéns pelo blog.

    • André says

      Oi Meimey! A abóbora paulista e a japonesa ou cabotía deve atender a sua preferência, ela é bem seca e adocicada. Não sei se você consegue achar ela com facilidade no RJ, espero que sim. Obrigado e abraços!

      • Meimey says

        Obrigada André por responder, vou tentar encontrar, volto depois para dizer se gostei…
        Excelente final de semana 🙏

  9. Antonio jose says

    Hoje tomei 400 ml de suco da casca e do miolo(exceto as sementes e polpa) de uma abóbora de pescoço, madura de mais ou menos 500 gramas… Existem informações de que combate o excesso de colesterol … … Há muito já utilizo as sementes torradas em busca, principalmente do zinco.

    • André says

      Oi Antonio! Uau, não sabia dessa informação, que legal. Muito obrigado por compartilhar. Abraços!

  10. Dulce Coelho says

    Gosto muito de tudo , já busquei ajuda para fazer minha horta . Sabe André quando pequena , minha mãe tostava a semente de abóbora e dava prá nós ,como vermífugo , é correta esta informação?
    abraçs

    • André says

      Oi Dulce! Não sabia que a semente de abóbora é boa para combater parasitas intestinais. Pesquisei sobre isso e está correta essa informação, ela pode ser consumida como vermífugo sim. Vivendo e aprendendo hahaha. Abraços!

  11. Kamila says

    Sobre as sementes,sempre que tem abóbora aqui em casa(só como em doce,mas minha mãe faz sopa ou purê) eu torro as sementes numa frigideira grande ^^ ficam bem crocantes e é uma delícia. Torro no azeite e depois tempero com sal. Só precisa ficar de olho para não tostarem demais 🙂 é melhor comê-las quentes ❤

    Abraços :*

    • André says

      Oi Kamila! É uma boa também torrar as sementes em uma frigideira. Já fiz isso e é bem mais rápido. Só tem que ficar de olho porque queima rápido, como você disse. Quentinhas são muito gostosas né. Obrigado pela dica querida. Abraços!

  12. Raquel says

    Andre, boa tarde
    Você acha que ficaria legal colocar u pouco de leite de aveia no pure?
    Obrigada!

    • André says

      Oi Raquel! Pra falar a verdade não sei te dizer porque nunca coloquei, mas acho que vai ficar bom sim. É testar pra ver, se você fizer me avisa querida 😉 Abraços!

  13. Jéssica says

    Que top esse site, um estilo clean e sofisticado, adorei, dicas muito 10. Parabéns pelo bom gosto e pelas receitas. Já está nos favoritos ; )

    • André says

      Oi Jéssica! Uau, que bom que você gostou do blog 😀 fico feliz em saber isso. Espero que goste das receitas querida. Abraços!

  14. regiani says

    Muito boa as ideias geralmente eu dispenso a cemente ..mas depois dessa idéia….e assar a casca muito boa mesmo essa ideia vou tentar….😉

  15. Ju says

    gente acabei de fazer isso!
    tudo ficou simplesmente divino maravilhoso

    só o pure que acabei substituindo e coloquei pedacinho de abóbora no feijão 🙂
    mas a semente e a casca, me surpreenderam

    obrigada!!

    • André says

      Que bom Ju! Fico feliz em saber que tenha gostado 😀 É muito bom né chips de casca e sementes assadas. Uau, adoro pedaços de abóbora no feijão, é maravilhoso! Boa ideia. De nada querida, abraços!

    • André says

      Oi Kelly! Nunca assei no micro-ondas, então não sei te dizer se dá certo. Abraços!

  16. Gente estou amando muito esse blog!!!! Vc conhece o minimalist baker??? Eh bem parecido, eu ja sigo tem um tempo e agora vou passar a seguir esse tambem. To copiando as receitas para o fim de semana hehehe da-lhe abobora 🙂 Obrigada por compartilhar com a gente e inspirar muitas pessoas na cozinha

    • André says

      Oi Raissa! Uau, fico muito feliz em saber que tenha gostado do blog. Sim, conheço o Minimalist Baker, é uma das minhas inspirações e referências, também sigo! Espero que goste das minhas receitas querida. Abraços!

  17. Legais teus compartilhamentos! Aproveito para dizer que as sementes são facilmente separadas das fibras, com utilização de água quente…

    • André says

      Oi Edson! Fico feliz em saber que esteja gostando. Que legal, não sabia que com água quente elas se separam facilmente. Muito obrigado pela dica. Abraços!

  18. Felipe says

    Adoro semente de abóbora assada! É um petisco bem comum no México! 🙂

    • André says

      É muito bom né, também adoro! Sério? Não sabia que é um petisco comum no México, que legal.

  19. Cristiana Menezes says

    Fica uma delicia cozinhar a abobora junto com a mandioca. na panela de pressão. A abobora se desmancha e fica um caldo grosso, enquanto a mandioca fica um pouco mais inteirinha. Vira uma sopinha maravilhosa e prática no inverno;

    • Oi Cristiana! Uau deve ficar maravilhosa essa sopinha, amo abóbora e mandioca. Muito prática mesmo essa ideia. Vou fazer, obrigado pela dica. Abraços!

  20. Inocêncio Maria Lucia says

    Já comi semente de abobora estava salga
    da e tostada no forno.Muito Bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *